Maxi depois de Veloso

white corner field line on artificial green grass of soccer field

Cresci com Veloso (fosse o herdar o apelido do pai, uma questão meritória e Miguel ainda seria apenas Miguel) a defesa direito e / ou esquerdo de um SL Benfica (1980 a 1995, ou seja nos meus primeiros 16 anos de vida) repleto de grandes jogadores. Mas, a Veloso nunca vi um drible, não me recordo de uma assistência, nem tão pouco de um golo, além de que desde os seus 25/26 anos, que era tido como “velho”. Na escola, os intervalos / recreios eram passados, ou a desancar em Veloso (exercício muito bem cumprido pelos adeptos do Sporting), ou sem saber como o defender (tarefa impossível, a cargo dos adeptos do Benfica, lá está).

Hoje, o lugar de defesa direito do SL Benfica é de Maxi Pereira, um uruguaio que se tem revelado perfeito na ocupação dos espaços, bem como no cumprimento de todos os outros princípios defensivos do jogo. Tem denotado ser veloz q.b., e suficientemente agressivo, abegnado e astuto para, por um lado não se deixar bater pelos adversários, e pelo outro, não andar a bater em tudo o que mexe (incluindo a sua própria sombra).

Parece-me ser, claramente, e até à data, o defesa de maior rendimento e utilidade do SL Benfica (e, exceptuando o fenómeno que foi Miguel, provavelmente o melhor defesa direito pós Veloso). No entanto, apesar de já o ter visto marcar um golo, contínuo sem ver um drible, um toque de calcanhar, ou um pontapé de bicicleta! Para completar o ramalhete, há ainda aquele sinal na face, extremamente parecido com o, do agora benfiquista, Emplastro!

Quão difícil deve continuar a ser a vida dos adolescentes benfiquistas na escola!

P.S. – Sabia que Maxi jogou os últimos 20 minutos no clássico SLB – FCP, como defesa esquerdo?

P.S. II – Não tem nada a ver com o caso, mas, sabia que o árbitro auxiliar desse mesmo jogo declarou que esteve 5 dias sem ir trabalhar, fruto duma lesão provocada pelo “Diabo” (imagine-se agora, a sofrer aquele cachaço na mona e a explicar ao seu patrão que ficou fisicamente incapaz por 5 dias, de prosseguir a sua actividade profissional. Pois…), e que devido a esse infeliz acontecimento, recorre hoje a uma psicóloga? Se há miudos que lamento terem de crescer numa qualquer escola do concelho da Amadora, há graúdos a quem isso lhes teria feito muito bem.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2366 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

5 comentários em Maxi depois de Veloso

  1. Bem, nem sei que diga. Comparar Maxi a Veloso? It´s the end of the world has we know it.

    “Hoje, o lugar de defesa direito do SL Benfica é de Maxi Pereira, um uruguaio que se tem revelado perfeito na ocupação dos espaços, bem como no cumprimento de todos os outros princípios defensivos do jogo. Tem denotado ser veloz q.b., e suficientemente agressivo, abegnado e astuto para, por um lado não se deixar bater pelos adversários, e pelo outro, não andar a bater em tudo o que mexe (incluindo a sua própria sombra).

    Parece-me ser, claramente, e até à data, o defesa de maior rendimento e utilidade do SL Benfica (e, exceptuando o fenómeno que foi Miguel, provavelmente o melhor defesa direito pós Veloso).”

    The end of the world has we know it . And I [DON´T] feel fine.

  2. Só não percebi se afinal Maxi Pereira é bom ou mau lateral, independentemente de ser o lateral direito de melhor rendimento na Era pós Miguel, poorque aqui estamos de acordo. Mas Maxi não é um jogador de categoria para ser lateral-direito do Benfica.
    “Hoje, o lugar de defesa direito do SL Benfica é de Maxi Pereira, um uruguaio que se tem revelado perfeito na ocupação dos espaços, bem como no cumprimento de todos os outros princípios defensivos do jogo. Tem denotado ser veloz q.b., e suficientemente agressivo, abegnado e astuto para, por um lado não se deixar bater pelos adversários, e pelo outro, não andar a bater em tudo o que mexe (incluindo a sua própria sombra).”
    Isto era um elogio?!!

    http://chutodeletra.blogspot.com/

  3. Ola Carlos

    Pode ser um elogio ou não, depende da perspectiva que cada um tem do futebol! Na minha, é um elogio, mas compreendo que haja quem espere e/ou exija outras coisas de um defesa direito!

    Pessoalmente, creio que os benfiquistas têm razões para estar mt contentes e optimistas com Maxi Pereira, até pq para quem teve nos ultimos 2 ou 3 anos Luisão (um jogador muito pouco agil e veloz) como defesa direito… ter Maxi é mesmo um luxo (e até à data, parece-me ser de longe o melhor defesa direito da liga sagres. Preciso, no entanto, de ver melhor o Sapunaru, ou até o Miguel Lopes).

  4. Tive oportunidade de ver Sapunaru e Miguel Lopes.

    Sapunaru fica ligado ao golo da Naval, num lance que n define a sua categoria, mas que já n é a primeira vez q acontece…

    M.Lopes, vi-o pela 2nda vez…e não gostei.

    Também Maxi fica hoje ligado ao golo do Vitoria, pelo incumprimento da concentração (caso raro nele!)

  5. PB,

    já tive oportunidade de debater contigo o caso Maxi Pereira. Não concordo nada com essa do “caso raro nele”. Já te apontei vários golos sofridos em que esteve directamente relacionado (neste momento são 6 em 12!). Aconselho-te novamente a veres o primeiro golo sofrido em Nápoles, um lance quase igual ao do golo do Vitória. Sem homem na faixa, o que uruguaio tem de fazer é chegar-se ao centro, o que raramente faz, por falta de inteligência e desconcentração. Não é jogador para o Benfica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*