Luisão. Aos 28 anos, com 6 de Benfica.

white corner field line on artificial green grass of soccer field

“Tem sido o ano em que mais tenho aprendido. Antes jogávamos muito em função do avançado, agora marcamos o espaço”. Luisão.

Parece incrível que só aos 28 anos, e após 6 anos num clube da dimensão do SL Benfica, onde foi orientado por 5 treinadores diferentes, antes da chegada de Quique Flores, Luisão tenha aprendido conceitos básicos sobre o comportamento defensivo duma equipa.

É claro que Luisão é o menos responsável pela situação (que deveria ser tida como algo insólito. Mas não o é. Seguramente). Parece ter sido preciso que Rui Costa assumisse funções directivas para que se procurasse apostar na qualidade e na modernidade, para o cargo mais importante numa equipa de futebol.

A evolução nos elementos do sector defensivo do SL Benfica tem sido notória. Luisão está a realizar a sua melhor época. Maxi Pereira tem sido soberbo. Sidnei e Victor agradáveis surpresas. David Luiz, tem imenso para aprender em termos posicionais, mas vai dando mostras de evolução e vontade de melhorar não lhe falta. Em termos colectivos, os quatro do sector defensivo, defendem como uma equipa. Sempre próximos, bem posicionados, em função da bola e dos próprios colegas de equipa. Pecando somente, em determinados momentos, na ligação com os médios. Quem sabe, fruto de um modelo de jogo, algo desenquadrado da realidade da Liga Sagres.

A evolução individual em muitos jogadores, não pode ser dissociada dos conhecimentos que Quique Flores vai transmitindo, bem como da programação física levada a cargo por Pako Ayesteran. Luisão, por exemplo, nunca pareceu tão ágil e tão pouco propenso a lesões.

P.S. – Para jovens como Felipe Bastos, David Luiz, Victor, Sidnei, Urretaviscaya e Di Maria, ter numa equipa técnica, treinadores com os conhecimentos tácticos do jogo como Quique Flores, e com a capacidade de potenciar as capacidades físicas como Pako Ayestaran, pode ser fundamental para o sucesso das suas carreiras. Bem mais importante, do que irem somando minutos num qualquer clube, orientados por quem nada tem a ensinar.
P.S. II – Há uns tempos, um dos magnificos e dotados de imensos conhecimentos, treinadores da Liga Sagres, referindo-se a Fábio Coentrão, afirmou que este precisava de ganhar alguma massa muscular. Mas não muita. Para não perder velocidade. Exacto. Parece que os “matacões” que têm disputado as finais dos 100 metros nos Jogos Olimpicos, não são os homens mais rápidos do planeta. Os fininhos é que têm abdicado de concorrer. E fazer regressar Coentrão ao SL Benfica, não? Ainda que some poucos minutos.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2364 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

2 comentários em Luisão. Aos 28 anos, com 6 de Benfica.

  1. O trabalho desta equipe técnica tem sido muito positivo e só precisam de tempo para que esse trabalho devolva os resultados que todos nós benfiquistas esperamos. Por isso desejo que QF se mantenha no próximo ano…mesmo que nada se ganhe nesta éppoca, o que seria novamente frustrante, mas há que dar continuidade.
    Tenho por hábito dar sempre o benefício aos treinadores no 1º ano para depois exigir no 2º…em 2004 camacho quis ir para o ‘seu’ real madrid, em 2005 a ‘velha raposa’ deixou o SLB após o almejado título de campeão, alegadamente por razões familiares, em 2006 fizeram a cama ao koeman que nos deu a melhor prestação europeia dos últimos 15 anos, em 2007 fernando santos fez um trabalho medíocre mas em vez de rescindirem no fim da época deixaram-no começar tudo a ao fim de um empate no leixões na 1ª jornada despedem-no (sem motivo válido) e vem de novo o camacho que voltou muito diferente daquele ‘primeiro’ camacho….depois vai-se embora no último terço do campeonato e fica o ‘pequeno genial’ que coitado fez o k sabia e kem não sabe mais e dá o k tem a mais não é obrigado, e fez com que esse ultimo terço de liga fosse o mais penoso k alguma vez me lembro. Por isso nunca tivemos um treinador mais que uma época no Benfica e assim, meus senhores, não é possível fazer um bom trabalho.
    Como podem os jogadores assimilar métodos se eles mudam todos os anos?…agora com QF e RC as coisa parece que mudaram na política do futebol profissional.
    Se querenos ser campeões (e pode acontecer já esta epoca) temos de apoiar incondicionalmente o clube (e este ano esse apoio é fenomenal, só comparável ao maravilhoso ano de 2005) e dar condições para solidificar o ‘edifício’ que é a equipa de futebol do SLB…

    Força BENFICA
    Força RC
    Força QF

    VIVA O BENFICA

    Nelson Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*