O potencial de David Luiz

white corner field line on artificial green grass of soccer field

Facilmente se percebe que David Luiz tem um potencial tremendo. Muito jovem. Dotado duma técnica bastante apreciável, que lhe permite ser útil, também no início do processo ofensivo. Física (velocidade, força, potência e agilidade) e morfologicamente com condições únicas para se tornar num jogador de referência, David Luiz, continua, jogo após jogo com a mesma debilidade táctica (a ocupação dos espaços) que levou Quique a colocá-lo, por uma única vez, na posição de defesa central, ao longo de toda a época (na Grécia, contra o Olympiakos).

Para os brasileiros, sem cultura táctica na sua formação, aprenderem novos conceitos defensivos, pode ser bastante complicado. Porém, seria expectável que após o jogo na Grécia, David tivesse corrigido algumas falhas posicionais.

Da capacidade para perceber a ocupação dos espaços e o cumprimento dos princípios defensivos do jogo (sempre o incumprimento da concentração defensiva) dependerá o sucesso de David Luiz. E que desperdicio seria alguém com tais características não se tornar num futebolista de eleição.

Victor lê mal o lance. Deveria ter percebido que seria muito difícil roubar a bola ao adversário e como tal, deveria ter mantindo a contenção, colocando-se entre a bola e a sua própria baliza (foi a errada tentativa de desarme que o colocou numa posição bastente difícil). Contudo, mais preocupante que uma má abordagem a um lance, é a ausência de leitura táctica de David Luiz, que no momento em que Victor sai para pressionar o portador da bola, deveria ter aproximado-se o mais possível de Luisão (tal como Maxi fez). Teria sido o suficiente para que o Vitória não se adiantasse no marcador.

Os permanentes erros de posicionamento de David Luiz, não permitem o encurtar de espaços, tão pretendido por Quique Flores. Foi assim em quase todos os golos na Grécia e voltou a ser assim no jogo que deverá ter ditado o destino do SL Benfica na Liga.

A predisposição que tem para aprender e evoluír, será fundamental.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2359 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

2 comentários em O potencial de David Luiz

  1. Discordo que o David Luiz tenha um potencial enorme, porque para mim a capacidade intelectual, em conjunto com as características físicas e técnicas, é aquilo que determina a evolução de um jogador. E David Luiz está muito atrás nesse processo. Poderá e deverá aprender a corrigir problemas de posicionamento e talvez até venha a ter uma cultura táctica melhor, mas continuará, porque foi assim que se formou, a ter erros de abordagem a lances. Miguel Vítor é outro que tal. No lance em questão, David Luiz tem o erro evidente de não corrigir a ausência de Vítor no eixo da defesa, mas a forma como o central do Benfica é ultrapassado é anedótica. Miguel Vítor lê sistematicamente mal os lances. Está demasiado sobrevalorizado. A apontar, ainda, ao golo do Guimarães, o erro de sempre na estrutura do Benfica, muito espaço entre linhas. Com um médio defensivo, a jogada de Marquinhos teria sido impossível de realizar, apesar do erro de Miguel Vítor. O 442 clássico é pródigo nestas situações.

  2. Concordo com (quase) tudo.

    As rotinas de defesa esquerdo e central são diferentes… é um pouco ingrato para o adaptado…

    Se estivessemos a jogar com alguém rodado na posição, a leitura seria melhor (repara que no video o David Luiz parece mais preocupado em defender a linha). Neste golo, para mim, a culpa é do David Luiz, mas sobretudo do Quique (e se fosse o Leo que ali estivesse?).

    Sem focar neste lance, o David Luiz a defender na ala mostra se completamente desadaptado.

    Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*