José Mourinho. X.


“Muitos dos atritos internos eram fruto de se trabalhar pouco. O Van Hooijdonk, por exemplo, era visto como um caso problemático. Quanto a mim, o problema dele era apenas querer ganhar e conhecer o caminho do sucesso. Era claro para ele que não conseguiria ganhar sem trabalho de qualidade, sem um balneário forte e sem que todos os jogadores fossem igualmente ambiciosos. Os conflitos com os colegas eram daí decorrentes.”

“Um número 10 tem de ser um jogador com cultura táctica elevada para ser um elo defesa-ataque, mas não defesa-ataque do… adversário. Em 16 minutos o Belenenses conseguiu cinco situações de contra-ataque devido a bolas perdidas por ele.”

Em relação a Sabry, recordando a passagem pelo SL Benfica, em “José Mourinho” por Luís Lourenço.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2366 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*