Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2364 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

14 comentários em Liiiiiiiiiiiiiiedson!

  1. e o saleiro o q fez no jogo? o postiga viu-se uns chutos na bola, saleiro acho q nem isso. O izmalov é um dos jogadores mais importante da equipa e uma equipa so deu 6milhoes por ele?(lol) esta equipa nao da mt mais…

  2. faço minhas as palavras de JNF. não percebo a ironia, e a vontade do blog, de no dia a seguir a bom jogos, fazer questão de picar o ponto nos habituais visados.

  3. O que queria dizer é que a ideia que tenho é que no blog têm muito a opinião de que o Liedson é um jogador vulgar, que reconhecem ser um finalizador nato mas que além disto não acrescenta nada mais à equipa e até por vezes "destroi" jogadas. Eu só acho que primeiro para um avançado ter esta primeira caracteristica já lhe dá grande uma grande vantagem e também reconheço ao Liedson uma vontade e entrega ao jogo muito grandes no jogo. Tanto na acção defensiva em que tem grande garra e na própria porcura de contrução do jogo, fora da área. E isto para já me leva a considerá-lo um grande jogador.

  4. PB, há uma coisa gira que, no final do campeonato, vou fazer, que é analisar os golos do Liedson, como foram, contra quem foram, que razões os possibilitaram, etc.

    Para já, basta referir que o Liedson, esta época, só ainda marcou à Académica do Rogério Gonçalves, ao Paços de Ferreira, ao Herenveen, ao Penafiel, ao Vitória de Setúbal e ao Nacional. Ainda não marcou um único golo a uma equipa minimamente organizada em termos defensivos. Isto diz muito também da ilusão que é a sua capacidade finalizadora. Ele nem sequer é um grande finalizador, isto é, um jogador que tenha uma taxa de aproveitamente boa. Tem uma grande virtude, o aparecer constantemente em zonas de finalização. Mas isso, por si só, nem é um grande feito, pois é algo que só tem verdadeiras consequências contra quem tem princípios defensivos maus. Faz-me lembrar um pouco o Pauleta, que marcava milhares de golos a equipas pobres e que tinha dificuldades em manter a eficácia contra equipas que defendem melhor. O Liedson não é diferente. É um jogador que, pelas suas características, pode marcar muitos golos contra equipas que defendem com princípios mais primitivos, mas que tem dificuldades em manter esses índices contra equipas mais fortes nesse capítulo. Marcar 2 golos ao Nacional, por isso, não é um feito extraordinário, tendo em conta o excesso da referência-homem nos processos defensivos da equipa da Madeira.

    Outra coisa engraçada. Apesar de não ter marcado, poder-se-á dizer que, sem Postiga, o Sporting teria marcado aquele primeiro golo? Duvido seriamente. E tenho a certeza absoluta que, se fosse Liedson em vez de Postiga, esse golo jamais teria ocorrido. O que está aqui em causa não pode nunca ser a capacidade finalizadora dos 2 jogadores. O Liedson é mais forte nesse aspecto, sem dúvida. Mas o que está verdadeiramente em causa é aquilo que os 2 jogadores podem oferecer à equipa. E é estúpido reduzir o contributo de um avançado aos golos que marcam. Se o Liedson pode contribuir com mais golos, contribui de certeza com menos em tudo o resto. É uma questão de perceber se a equipa ganha mais em ter um jogador que marca mais golos ou em ter um jogador que é melhor em tudo o resto. Eu acredito na segunda hipótese. E tenho do meu lado, neste momento, o facto de o Sporting, desde que Liedson se lesionou, ter ganho todos os jogos. Quero ver, agora que Liedson voltou, se o desempenho da equipa continua imaculado, se o crescimento em termos de qualidade de jogo se mantém e se a equipa continua a ganhar jogos. É isso que é importante averiguar, não o facto de ele ter marcado 2 golos dentro da pequena área.

  5. E era (é) mesmo a Liedson-dependencia um dos principais problemas do sporting (e o facto de Paulo Bento ter dormido demais à sombra da bananeira do brasileiro), jà no ano passado, e também nos primeiros meses desta época. Quando ele nao estava em campo, Derlei ainda resolvia a coisa pontualmente. Uma das perguntas que fiz repetidamente aos sportinguistas até ao inicio de 2009/10 foi mesmo "quem é que substituirà agora o substituto de Liedson?"

    Este ano, até hà bem poucas semanas tem existido Liedson em campo, mas em fora de forma, a falhar golos e golos – alguns bem ridiculos – o que é praticamente a mesma coisa que nao contar com ele no 11.

    Neste ultimos jogos o brasileiro esteve no estaleiro e Carvalhal, nao sò por isso, mas por obrigaçao de ser um treinador novo no clube, inventou maneira de jogar – e ganhar – sem Liedson. Estou portanto, muito curioso de ver como serà o sporting dos pròximos jogos:
    – Liedson precisa de jogar e marcar (olà Carlos Queiros.)
    – Pongolle custou tomates de dinheiro que o sporting nao tem, mas os contactos e conhecimentos de JEB na banca fizeram com que estivesse diponivel, e por isso deve render a todo o custo.
    – Carvalhal sabe que tem plantel para mais qualquer coisa, mas tem de saber escolher, ou fundir, uma equipa sem Liedson, numa equipa com Liedson, continuando a ganhar – porque o porto està jà ali – e os adeptos sportinguistas, nunca este ano tinham tido oportunidade de sonhar com o que quer que seja, logo a expectativa transformada em pressao irà ser cada vez maior.

  6. ó nuno, o que dizeste nao tem o mínimo fundamento.
    benfica, roma e dinamarca por exemplo sao equipas que nao sao organizada defensivamente? e o que tas a dizer. os golos que ele marca, as jogadas que ele cria e as bolas que ele recupera. isto tudo e o que faz dele o melhor avançado em portugal que esta a fazer uma ma epoca e verdade, mas que mostrou no sabado que esta ai para voltar.

    p.s: comparar liedson ao postiga é ignorância, ou necessidade de uns óculos

  7. Para o Nuno é relevante as equipas contra as quais o Liedson marcou os golos nesta época. Já as equipas que defrontaram o Sporting nos últimos 4 jogos antes deste é de desprezar.

    Ao mesmo tempo, é mais importante marcar-se apenas contra as equipas mais primitivas do que apenas com as melhores, pois as primeiras existem em maior número.

    Não posso deixar de dizer que tem muita razão em muita coisa, mas por vezes o raciocínio (cujo interesse é elevado) torna-se em convicção quase religiosa..

  8. Cisto, entre as equipas com quem o Sporting jogou recentemente está o Braga.

    As minhas convicções são tudo menos religiosas. As convicções religiosas assentam em crenças não fundamentadas, ao contrário das minhas, que me esforço por fundamentar.

    Anónimo, o Liedson ainda não fez golos ao Benfica e à Roma este ano. Quanto às jogadas que cria, não sei ao que se refere. Não me recordo de nada de significante, ao longo da sua carreira, neste capítulo. Quanto às bolas que recupera, recomendo que assista a um jogo de caderno na mão, para ver como essa é uma falsa ideia acerca do Liedson. Correr muito atrás dos defesas adversários não é defender bem e não significa, por isso, que recupere muitas bolas. Por fim, o melhor avançado em Portugal? Sabendo de antemão que falar com gente doente é capaz de ser um bocado inútil e não querendo já referir o Postiga ou o Nuno Gomes, querer que o Liedson seja superior ao Saviola, ao Cardozo e ao Falcao é, no mínimo, triste. Mas é uma ideia muito comum, entre adeptos acéfalos. Mesmo que o Ibrahimovic jogasse em Portugal, o Liedson seria sempre o melhor avançado. Os ídolos de um povo também demonstram o quão inteligente é esse povo…

  9. Nuno,
    Referes-te a um Braga versão Taça da Liga que precisamente sofreu um golo por erro crasso de um defesa central (por mais elegante que seja a movimentação do Postiga-Saleiro). Bem sei que fundamentas os teus pontos de vista, e fá-lo de uma maneira excepcional. Daí ter tido o cuidado de escrever ali em cima "por vezes". Não admitir que estes dois golos do Liedson foram ambos do ponto de vista técnico excepcionais e que não derivaram de erros da defesa (por mais primitiva que a queiras fazer parecer) seria estranho. Mas se é verdade que o Postiga é um bom avançado, tal como o Saleiro, nenhum clube em lugar algum no mundo seria alguma vez campeão à custa destes dois, isso parece-me evidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*