Ricardo Quaresma. O Talento.

white corner field line on artificial green grass of soccer field
“Perceber que Quaresma é tecnicamente e físicamente um atleta de nível mundial, está ao alcance de todos.

A irregularidade, a ausência de disponibilidade para se entregar ao jogo, ou o incumprimento táctico no plano defensivo, são os defeitos apontados, e usados como explicação, sempre que Quaresma não é bem sucedido.

Porém, o handicap de Quaresma, vai muito para além da entrega, ou do incumprimento táctico. Da acomodação. Quaresma é um jogador bastante sofrível numa das vertentes mais importantes do jogo moderno. As tomadas de decisão.

A ausência de percepção dos momentos em que deve prender, ou soltar a bola e para quem soltar. A indefinição nos timings com que efectua as suas acções, prejudicam-o e não raras vezes prejudicam a sua equipa. As suas limitações na parte táctica do jogo, prendem-se, essencialmente, com o raciocinio. Não com a ocupação de espaços.

Contudo, Quaresma é tão dotado tecnicamente, que várias vezes, mesmo tomando a opção incorrecta, é bem sucedido. Agora imagine, se alguém com tamanha qualidade, tomasse boas decisões.

Video aqui

Pare a imagem no segundo 13. Situação de 4×1. As probabilidades de o lance terminar em golo, se resolvido da forma mais eficiente, poderão estar bem próximas das 99%. A resolução é fácil. Quaresma só tem de “atacar” o adversário directo, e fazer o passe (para qualquer um dos colegas, uma vez que tem soluções à sua direita e esquerda) para as costas do defesa. de 4×1, a situação passará a 3×0+GR, e quem recebeu a bola após encarar o GR, só tem de a endossar ao colega que vai correndo ao seu lado.

Agora, imagine. Em 10 lances, resolvidos da forma como Quaresma o fez, quantos terminarão em golo? 4,5? Eventualmente 6?

Ao longo de cada jogo, Quaresma vai somando más decisões. Algumas (como esta), são disfarçadas com lances de génio. Outras, prejudicam toda a envolvência atacante da sua equipa. Sempre que não obtém um golo, ou uma assistência, a exibição de Quaresma aproxima-se do zero, pois, por certo, que também não contribuiu com mais nada.

Consiga percebê-lo, e não se sentirá tão injustiçado, por ser sempre preterido em função de Simão, e até de Nani.

P.S. – Tivesse resolvido da forma mais eficiente, o lance documentado no video, Quaresma teria somado menos um golo na sua época. Tão pouco seria sua, a assistência. Percebe agora, como podem ser tão enganadoras tais estatisticas?” Já lá vão dois anos e meio desde que o texto foi escrito.

De lá para cá, Quaresma não conseguiu provar o seu enormíssimo potencial. A principal razão é facilmente identificável no texto. Porém, o talento está todo lá. Mesmo optando demasiadas vezes pelo caminho errado, é garantia de espectáculo e de desequilibrio.
Falta hoje menos um dia que ontem, para que o seu regresso ao futebol português fique consumado. Por cá, estamos sempre dispostos a receber de braços bem abertos quem nos entusiasma. Mesmo que por vezes o faça de forma intermitente. Talvez seja Ricardo a chave creativa que falta, numa Liga que promete mais que nunca ser a três.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2366 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*