Anfield…… at last!!!!

white corner field line on artificial green grass of soccer field


Primeira vez em Anfield… Finalmente!
Depois de ter estado nos arredores de Anfield em Dezembro do ano passado para o jogo ser adiado…devido a neve! Desta vez tive oportunidade de ver “in Loco” tudo o que se diz deste magico recinto!
E tradicao antes do inicio da partida de ouvir se o hino do liverpool: ” You’ll never walk alone” todo o estadio canta o hino e mostra uma fervorosa paixao!
Isto estende -se aos jogadores do Liverpool que no balneario antes de entrarem em campo, literalmente 3 minutos antes do arbitro tocar a campainha, o hino e ouvido dentro das quatro paredes, e desta vez Pepe Reina mostrou o seu descontentamento as responsaveis desta logistica porque o hino comecou 30 segundos depois do horario previsto……. o que levou a que a musica nao chega-se ao fim ….!!! Daqui pode se ver a intensidade e paixao que esta musica transmite para jogadores e adeptos.
Mas vamos ao jogo propriamente dito:
Apesar da ausencia da estrela da equipa, Steven Gerard por lesao, a expectativa era muito grande para ver Downing, Suarez e companhia.
O nosso portugues Raul Meireles comeca a partida no banco de suplentes. Charlie Adams e Lucas tem a tarefa de comandar as operacoes no meio campo, se na primeira parte o Liverpool este muito bem nas transicoes ofensivas, imprimindo velocidade e trocas de flanco com especial destaque para as movimentacoes de Luiz Suarez e os rasgos de Stewart Downing! Enquanto Charlie Adams estava fresco, o Liverpool comandava o jogo a seu belo prazer.
Nos primeiros 15m, os Sunderland, poderia estar a perder por 3-0 mais devido a desorientacao dos jogadores do Sunderland do que da exibicao do Liverpool.
Luiz Suarez ( um luxo ver este jogador) desperdicou uma grande penalidade logo no inicio do jogo e o Referee perdou o cartao vermelho a Kieron Richardson ( adaptado a defesa esquerdo). No meio campo do Sunderland Jack Colback e Lee Cattermole ( o Paulinho Santos ca do sitio, bate em tudo o que mexe) nao estavao a dar conta das movimentacoes de Downing e a intelgencia de Charlie Adams, na frente um possante Gyan e Larson na lado esquerdo no meio campo nao conseguiam produzir lances de perigo para as redes de Reina.
Liverpool chega a vantgagem atraves de um livre, onde Luis Suarez consegue desviar a bola para o fundo das redes. Era o delirio e o coroar do melhor periodo do Liverpool. Assim depois Downing recebe a bola no seu meio campo e tem uma arrancada onde toca na bola 10 vezes tirando 3 adversarios para no 11 toque na bola rematar a barra! Depois pouco mais se viu do Liverpool.
Na 2 parte tudo foi diferente, onde pudemos ver um sunderland completamente transfigurado para melhor, a passar a ter mais posse de bola apesar de sempre procurar pelo futebol directo, mas comecou a ganhar as segundas bolas e a passar mais tempo no meio campo do Liverpool ( comecou se a perceber que Charlie Adams nao tinha a disponibilidade fisica necessaria, Lucas comecou a falhar passes atras de passes e miudoJohn estava um pouco nervoso no lado direito da defesa, contribuiram para o declinio do Liverpool).
Os lances de bola parada tem uma influencia enorme no futebol ingles, o Sunderland mostrou que tinha o trabalho de casa bem feito, e o SR. 50 Milhoes de Libras ( Andy Carrol) nao teve vida facil. Em todos os cantos e livres, o marcadores directo de Carrol era o Lee Cattermole, que quase que lhe dava pela cintura, mas esta tactica foi deveras eficaz pois ora o Wes Brown ( a meu ver Man of the Match) ou o Ferdinand ficavam soltos, nao marcavam ninguem mas sempre ao lado do Cattermole e do Carrol, pois quando a bola fosse direccionada para aquela area eles atacavam a bola. Desta forma o homens de Steve Bruce fazia a vida dificil a Carrol pois este teria de desenvencilhar se do ” Paulinho Santos” e ainda ganhar a bola nas altura a Wes Brown ou Ferdinand.
Larson marcou um golo de belo efeito, que iria colocar o resultado final em 1-1.
Muitos dizem que o futebol ingles e fraco tacticamente e que os sistemas sao muito estaticos, Kenny Dalglish foi fiel a isto e nas mexidas que teve nao mudou o sistema que acredita ser o melhor para o Liverpool, quando o Meireles entrou para o lugar do Suarez, ja Kuyt estava em campo ocupando o lugar de Henderson (muito apagado na direita), Meireles foi colocado no lado esquerdo do meio campo. Tudo o que se viu do Meireles foi receber a bola no lado esquerdo procurar o seu pe direito para tentar servir Carrol, nao fazendo uso das melhores caracteristicas que possui, que sao as entradas no ultimo terco nas costas dos avancados para poder finalizar. Creio que os dias de Meireles estao contados na cidade dos Beatles! Com outras opcoes em campo, podendo colocar Downing a esquerda, Kuyt na direita e Meireles ao lado de Charlie Adams com Lucas a fazer a cobertura defensiva destes dois. Mas nao, Dalglish nao arriscou muito, Sunderland estava dono e senhor da partida e o ambiente esfriou em Anfield!
Liverpool precisa de Gerrard como nunca, mas o medio estara fora dos revaldos mais um mes!
Carragher e o lider desta equipa e apesar de ja nao estar ao mais alto nivel ainda e o patrao da defesa , e tem uma influencia enorme!!!
Resultado justo!
Next stop: Craven Cottage!!!

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2364 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*