Deixem-me falar-vos

white corner field line on artificial green grass of soccer field

De Belluschi.

Em trabalho defensivo, recupera a bola em carrinho, para o golo de João Moutinho.
Visão e passe extraordinário para Hulk, na origem do segundo golo.
A finalizar.
O argentino é muito possivelmente o jogador menos considerado do quarteto de médios interiores do FC Porto. A percepção que a generalidade dos adeptos tem da qualidade de Belluschi é incrivelmente diferente, do seu real valor.
É garantidamente o mais criativo dos médios do FC Porto, bem passível de se perceber, pela forma como vai descobrindo soluções bem imprevistas aos olhos do comum jogador de futebol. É forte na tomada de decisão. Sabe quando progredir com a bola, sabe quando a deve fazer circular pelos colegas. Percebe os timings das suas acções, é abnegado, rigoroso tacticamente no momento defensivo, e com toda aquela capacidade técnica, capaz de colocar no relvado tudo o que a sua mente alcança.
Belluschi é um dos melhores jogadores da Liga, e não será seguramente por poder somar menos minutos que o que seria expectável para quem denota tanta qualidade, que se deve pensar de forma diferente.
Se há algo fascinante no que rodeia o jogo, é a forma como inexplicavelmente se idolatram pés de barro, ou se olha de soslaio para outros que transbordam qualidade.
P.S. – Texto previamente publicado no site Futebol Portugal, ainda antes do jogo FC Porto X Vitória de Setúbal. Excepto, a parte inicial referente aos golos, obviamente. Curioso como um dia após, Belluschi como que comprova toda a sua qualidade e versatilidade nos lances dos golos do FC Porto. A recuperar, a assistir e a finalizar.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2366 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*