“Detesto treinar, tal como todos aqui” Take II

white corner field line on artificial green grass of soccer field

A suposição que se pretendia deixar no ar no post anterior, era a seguinte:
Será possível um número elevado de jogadores detestar treinar, se o processo de treino estiver direccionado para a parte táctica, para a aprendizagem e desenvolvimento de um jogar comum a todos os elementos do grupo? Se o processo de treino tiver qualidade e promover a evolução individual e colectiva?
As declarações de Ricky são de facto muito preocupantes. Todavia, não foi o grupo de atletas do Sporting que mais pode ter sido colocado em causa.
A questão não é termos treinos curtos ou longos. Ou se a parte física está ou não bem pensada ou trabalhada. O que está em causa é o trabalho táctico e a qualidade do mesmo. Será que há quem desgoste de treinar futebol quando se desenvolve algo de interessante e importante? Quando se está a aprender?
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2359 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*