Roy Keane

Fala a sério Roy… Falta de qualidade individual?! Do que se poderá então queixar o treinador do Olympiacos?! O Manchester United precisa de seis jogadores de grande qualidade?! Não foi este o plantel que deu onze pontos de avanço na época anterior?! Não foi este o mesmo plantel que há duas épocas perdeu o campeonato na última jornada, tendo terminado com os mesmos pontos do campeão?!
O antigo médio e capitão do Manchester United é a voz do povo! Ainda é daqueles que acha que é só juntar onze bons jogadores, e que o trabalho ficará feito. 
Não estará ele a esquecer-se do factor primordial? Aquele que é o elo de ligação entre onze individualidades?
O trabalho do treinador é o primeiro factor que influencia o rendimento de uma equipa. Uma escolha acertada nesse sentido garantirá maiores probabilidades de êxito numa época desportiva.
É só mais uma amostra daquilo que os ex-jogadores percebem do jogo. Ter jogado futebol não garante conhecimento do jogo, independentemente da qualidade que o executante tinha. E não garante, sobretudo, conhecimento ao nível do treino. E ao contrário do que se diz por aí não garante, por si só, experiência naquilo que é fundamental para a função de treinador.
Note-se que Roy Keane é neste momento treinador, e por sinal fraco. Já esteve no comando do Sunderland e do Ipswich Town, num total de cinco épocas como treinador.
Quem escolhe alguém com este tipo de opinião para comandar os destinos das suas equipas?!
O United precisa, sobretudo, de um treinador competente. Só isso.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2355 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*