Os melhores que o jogo me deu.

A história do jogo ditou que os dois melhores que o mundo já viu tivessem de se cruzar e construir juntos o maravilhoso futuro do jogo.
E assim foi, durante largos anos, a simbiose perfeita. Messi criava para Guardiola aplaudir.

O futebol pertence aos futebolistas…

Eu quando era futebolista sentia que quando eu tinha a bola nos pés eu é que dominava o jogo…

Nós o controlámos daqui (referência à apresentação táctica que esteve a fazer), e está tudo bem, recebo aplausos. Mas depois o árbitro apita, iniciamos o jogo, e aí “tu pintas quadros”…

O futebol pertence a eles. Nunca, nunca, nos podemos esquecer disso…

Nós os dois ganhamos muito, mas não poderíamos ter ganho tanto sem ele…

Tu podes controlar tudo isto (mais uma vez referindo-se ao que é táctico – trabalho do treinador) mas chegas perto da área, recebe uma bola rodeado de 4 e mete-a no ângulo… Que influência tenho eu nisto?!

Outro depoimento (e que depoimento), aqui.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2359 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*