Fazer mais com menos. Paulo Sousa, treinador de e para um grande. Capítulo I.

“O Porto é melhor que o Basel, mas muito melhor, nem há comparação” Jorge Jesus.
“Há dois caminhos que estão ligados para chegar ao êxito: a qualidade individual e a qualidade de trabalho técnico-táctico, a metodologia do treino para formar uma equipa através do treino” Jorge Jesus.
O FC Porto é de facto muito melhor, sem poder sequer ousar-se comparar o seu potencial com o do Basel. Todavia, somente num dos caminhos referenciados pelo mesmo treinador que o afirmou. O da qualidade individual. 
O desnível nesse campo é tão elevado que é difícil imaginar um FC Porto a passar por dificuldades nos oitavos da Liga dos Campeões. Não pode, porém, negar-se o ponto que poderá aproximar o nível das duas equipas. Que é precisamente aquele que levou o Basel a chegar aos oitavos da liga dos campeões. A qualidade do trabalho técnico-táctico, a metodologia do treino para formar uma equipa. 
Paulo Sousa não é hoje um nome muito falado em Portugal. Todavia revela qualidades muito superiores às dos que vão sendo revelações por cá. 
É pelo seu treinador que o Basel estará naquilo que um treinador controla (organização com qualidade em todos os momentos) apto a continuar a fazer história na melhor competição mundial de clubes.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2366 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*