Não é a genética. São as experiências e o tempo de prática. Rafinha e Thiago, os filhos de Mazinho.

Não é a genética. É o tempo de prática que faz a diferença. A qualidade da prática e as experiências.
Num post de Fevereiro revelámos os conteúdos abordados numa  formação interna que decorreu no clube sobre o Desenvolvimento do Jovem Jogador, e a importância dos tempos de prática.
Como ideias chaves para o parco desenvolvimento da actualidade foram identificados:
– Contexto actual. Miúdos que não jogam na rua, e encontram no clube o único tempo de prática.
– No clube, treinos demasiado elaborados que não respeitam o tempo de prática dos atletas, acabando sempre por não promover a relação com bola.
A solução para contrariar o paradigma avançada foi a dos Jogos Reduzidos!

Hoje apresentamos um pequeno video de dois prodígios. Melhor estímulo e maior potencial de aprendizagem do que o que ambos estão a passar no video apresentado é impossível. No descomplicar está o ganho.

Não, o segredo não está nos génes. Está nas experiências vivênciadas e no tempo de prática. Estes dois meninos aos dez anos já deviam ter tido mais tempo a bola no pé do que muitos jogadores de vinte. E é isso que faz toda a diferença.

A brincar, Thiago e Rafinha crescem mais do que milhares de jovens mal orientados nos treinos de hoje em Portugal.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2366 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*