Primeiro esboço táctico do FC Porto

VALENCIA, SPAIN - OCTOBER 04: Valencia manager Nuno Espirito Santo looks on prior to the La Liga match between Valencia CF and Club Atletico de Madrid at Estadi de Mestalla on October 4, 2014 in Valencia, Spain. (Photo by Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images)

Em surdina quem tinha trabalhado com Nuno no Valência enquanto analista, queixava-se da demasiada importância e tempo dispendido nas transições e organização defensiva. A experiência no FC Porto fará Nuno crescer imensamente.

O primeiro esboço, bem passível de ser alterado pelo caminho traz um Porto de regresso ao seu tradicional 433 com dois interiores.

Ofensivamente a mobilidade extremo – interior que já se percebia no Valência é padrão. O posicionamento defensivo dos extremos sem necessidade de se relacionarem com a linha média, confiando num meio campo a três e portanto com capacidade para um dos médios chegar rápido aos corredores laterais garantindo equilibrios, possibilita aos extremos correrem menos km e centrarem-se mais no processo ofensivo.

Muito para perceber ainda mas a base parece definida.

def troca int ext

Marco Van Basten
Sobre Marco Van Basten 85 artigos
Licenciado em Desporto, treinador Uefa Pro pela FA. Desde cedo partiu para terras de sua majestade. Experiência como professor e treinador numa Academia no Reino Unido.

2 comentários em Primeiro esboço táctico do FC Porto

  1. Não tenho achado o porto especialmente competente a defender, pelo contrário, acho que os médios são facilmente atraídos para os corredores laterais, deixando demasiado espaço livre à frente dos centrais que pode ser facilmente explorado. Ofensivamente também me parece tudo muito básico e com pouca dinâmica no corredor central. Acredito que vá melhorar muito em todos os aspectos, mas neste momento estão claramente atrás de benfica e sporting

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*