Pormenor(es) delicioso(s) de André Silva

Os movimentos que faz todos eles com a intenção de criar melhores condições para receber. No pormenor, o trabalho invisível na desmarcação. O exemplo é de um miúdo com muito potencial, que tem muito trabalho pela frente, mas que evoluirá tanto mais quanto maior a variabilidade de estímulos a que for sujeito. Criar situações diferentes para potenciar as combinações curtas, na mesma medida dos movimentos de ruptura. A sua mobilidade é incrível. Não só quando se esconde do adversário para aparecer de surpresa à sua frente, como também a obrigar que o adversário se fixe nele seguindo o seu movimento para depois aproveitar o espaço que fica livre em apoio ou em profundidade.

Blessing
Sobre Blessing 88 artigos
Treinador de futebol, de momento na formação. Experiência como Treinador Adjunto no escalão de seniores masculino e feminino, tendo esta época culminado com a conquista de todas as provas nacionais em disputa. Desempenha também funções como Scout para 1ºLiga. Criador do Blog Posse de Bola

13 comentários em Pormenor(es) delicioso(s) de André Silva

  1. O André Silva é realmente um avançado muito inteligente e com muito potencial e que, se tiver minutos e treinadores para evoluir deve tornar-se num dos melhores avançados portugueses dos últimos anos.

    Mas também acho que o Ruben Semedo deva ser destacado. É um central com todas as características para a posição e está cada vez melhor. Neste mesmo vídeo cê-se que mesmo quando é surpreendido pelas desmarcações do André Silva consegue recuperar a posição através da velocidade. Deveria estar já na seleção em vez de Bruno Alves ou Luis Neto.

  2. O que me chamou mais atenção foi o bolso onde o Semedo o enfiou, nesses lances e no resto do jogo. Como é possível um jogador evoluir tanto. Quando já nem se falava dele e andava perdido na 2a espanhola…

  3. O André Silva vai ser o jogador mais caro de toda a história do Futebol Português, juntamente com o William Carvalho.. Os dois tem talento específico da sua posição… O André se melhorar no processo de finalização, vai ser um fenómeno… Na criação de situações de finalização, já não se vê avançados deste nível… Parabéns a ele!!

  4. Caro Blessing

    Ninguém duvida do potencial e da qualidade de André Silva, mas em relação ao que mais importa foi uma nulidade.

    Salvo erro, teve 4 oportunidades e falhou-as todas.

    Na 1ª, o seu rematou foi imediatamente bloqueado por Ruben Semedo.

    Na 2ª, rematou para defesa sem grande dificuldade de Rui Patrício.

    Na 3ª, já na 2ª parte, desmarcou-se bem ficando isolado, hesitou e Ruben Semedo antecipou-se no corte para canto.

    Na 4ª, cabeçeou em dificuldade e a bola saiu muito por cima da baliza, sem qualquer perigo.

  5. Concordo que o André tem um potencial fabuloso.
    Mas com os mesmos vídeos faziam um grande post sobre o Semedo. Está topo!

  6. O Semedo é tipo o Jardel. Através dos tamancos. Não dá para mais – e já está muito bom, teve a sorte de apanhar o JJ. Tal com o Jardel.

    • Não concordo que sejam o mesmo tipo. Para além da diferença de qualidade com bola no pé, onde o R. Semedo é superior, o Jardel só apanhou o Jesus aos 25 anos e passou ser indiscutível aos 28. O R. Semedo apanhou o Jesus aos 21 e tem sido titular. Se se mantiver, vai chegar bem mais longe que o Jardel.

  7. Caríssimos, sigo com atenção o blog e aqui fica o louvor pelo exemplo da paixão e estudo do jogo. Concordo com o destaque. O André tem todas as condições para ser top mundial. É evidente que necessita de estímulos e sequência para crescer, naturalmente na finalização e na envolvência em espaços curtos, mas com a idade e percurso que tem mostra que chegará lá. São naturais essas caractérísticas menos evidenciadas, fruto da idade e do nervosismo que a responsabilidade de assumir a posição num grande implicam. Virá com o tempo. Quanto ao R. Semedo, concordo que merece a seleção e que mostra características físicas invulgares (aquela velocidade com aquela envergadura só estou a lembrar de Varane). Noto, no entanto, o seguinte. À semelhança de Pepe, tem falhas no posicionamento, provavelmente pelo facto de ter crescido com uma velocidade que lhe permite dar o espaço e ainda assim ir buscar o avançado. Com JJ cresceu e se assim continuar será o futuro imediato de Portugal na posição. Gostava de o ver precisamente ao lado de Pepe, numa seleção a jogar em cima do adversário, com defesa subida e centrais que encurtam o espaço nas costas. Com Ricerdo Pereira à direita (merece ser visto no velocista campeonato Francês, vão por mim, é uma das muitas asneiras do actual Porto) e Guerreiro à esquerda. Com médios como Renato Sanchez, Ruben Neves e Bernardo Silva (e João Mário e o miudo que chegou ao Benfica, André Gomes e tantos outros de qualidade), com André Silva, Ronaldo, Nani, Pizzi, Gelson e outros que vão aparecer, o futuro próximo das quinas pode ser forte.

  8. André Silva joga melhor sozinho como a única referência ou jogaria melhor num sistema do Benfica ou do Sporting, exposto a um segundo avançado?

  9. se pensares so nele nas duas(tem qualidade para tal),dp vem o resto modelo do treinador,qualidade dos colegas,boa pergunta,mas mtas variantes para dar uma resposta credível a meu ver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*