O regresso do génio

É sempre pelos que transbordam classe que suspiramos.

Markovic, um dos mais marcantes jogadores que passou por Portugal nos últimos anos está de regresso.

Um dos últimos do futebol mundial que parece retirar verdadeiro prazer do que faz. O sorriso enquanto em pantufas desliza ultrapassando adversários, sempre de cabeça ao ar enquanto descobre opções. Um dos últimos ultra velozes que não entrega o seu jogo à sua própria característica, mas aquilo que o jogo vai pedindo. Por isso é extraordinário em transição, com muito espaço para correr, onde transforma com incrível facilidade as situações de jogo, ultrapassando oposição, mas também em organização.

A recepção que ultrapassa logo contenção, a condução sempre para dentro, a forma como se associa com os colegas, a qualidade técnica assombrosa, sempre enquanto parece pisar o relvado apenas com a pontinha do pé para continuar a furtar-se ao contacto.

O regresso de um enorme génio é uma notícia fantástica para uma Liga que tem cada vez mais atraído jogadores importantes.

Marco Van Basten
Sobre Marco Van Basten 85 artigos
Licenciado em Desporto, treinador Uefa Pro pela FA. Desde cedo partiu para terras de sua majestade. Experiência como professor e treinador numa Academia no Reino Unido.

13 comentários em O regresso do génio

  1. “Um dos últimos do futebol mundial que parece retirar verdadeiro prazer do que faz.”

    Discordo bastante disto. Não só porque atravessando a fronteira ou indo à Alemanha vejo uma série de miúdos cheios de classe e que se nota que adoram futebol (Asensio, Isco, Sergi, Denis, Meyer, Draxler, Oliver, etc, etc, etc), mas também porque me parece que nos últimos anos o Markovic teve tudo menos sorrisos. E não foi apenas pelas lesões.

    Quanto ao resto, de acordo. É excelente reforço. Este ano entre SLB e SCP quem não for campeão terá a época perdida.

  2. Concordando com o que foi escrito, há no entanto uma coisa que me mete confusão:
    Porque não ficou o Kloop com ele no Liverpool? :/

    • Talvez a resposta esteja aos 20 seg do video… demasiadas lesões.

      Tem tido um número impressionante de lesões musculares. Num campeonato com um ritmo tão elevado como o Inglês é m risco ter um jogador tão propenso a lesões.

      É como o Wilshire. O talento está todo lá mas o físico não o permite ir mais além…

  3. Joel Campbell e Markovic (especialmente este) vão resolver jogos e dar pontos a Jesus, quando o seu extraordinario modelo de jogo não conseguir superar as dificuldades que as equipas adversárias lhe apresentarem, com 10/11 jogadores atrás da linha da bola.

    O modelo de Jesus sempre priveligiou um/dois jogadores de talento puro (Di Maria, Gaitan, Salvio) e ele via que Carrillo poderia ser o factor desequilibrante para desembrulhar aqueles jogos que não atam nem desatam.

    Com Markovic (estando ele em perfeitas consicoes fisicas) ganha o Sporting, mas principalmente ganha o nosso campeonato por ter um jogador que individualmente não tem par em Portugal, em termos de talento puto (e atençao que sou benfiquista, e sei que há Cervi, Zivkovic e Rafa no meu clube).

  4. Vai ser interessante ver Markovik e Bas Doost no SCP , como Benfiquista fico triste, ainda tinha esperanças de ve-lo no SLB , mas este ano para as alas já sabemos como as coisas estão.

    Vamos ver em que situação se encontra Markovic, no ano passado vi ele a jogar na Turquia e não gostei do que vi, mas com JJ pode ser q ele volte ao seu nível normal.

  5. Pá eu tenho uma paixoneta por este gajo, por isso fiquei muito triste por vê-lo ir para o Sporting. Este gajo nas mãos do JJ é máquina.

    Agora, não esquecer que ele não esteve nada por aí além nestas duas últimas épocas. Basta ver esse vídeo, que embora deixe transparecer a qualidade do gajo, para melhores momentos de uma época deixa muito a desejar.

    Acho que Sporting e Benfica são neste momento os candidatos. Vamos ver o Porto, agora com Oliver e se Brahimi voltar a uma boa forma, se se consegue intrometer na luta.

  6. Vocês andam a exagerar.
    Bom jogador, sem duvida, mas desde que saíu do benfica, parece que perdeu a chama. Acredito que o JJ volte a “tirar” dele todo o potencial que ele tem, mas a verdade é que vem de duas epocas em que foi uma nulidade.

  7. Para ser sincero, e sem ser desmancha-prazeres, nunca me entusiasmou. Mesmo no BEnfica não o achava extraordinário. Faltava-lhe “qualquer coisa” que eu nunca percebi o que era para me encher as medidas. NAturlamenteisto não tem nada a ver com o talento. Talento apenas não chega.
    Aliás no futebol, o talento sem a componente física que o permite exprimir não chega a lado nenhum.

    Vejam o Messi, mais talentoso jogador de todos os tempos, quando está mal fisicamente mal toca na bola. É assim o corpo humano, um todo e não algo constituído por compartimentos… compartimentados. Os compartimentos não podem ter portas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*