Ele é inexplicável, faz coisas tremendas. Com Messi ao lado marco 50 golos por ano

Barcos foi vilipendiado pelo exagero das suas declarações. Mas quão longe estará da realidade?!

Blessing
Sobre Blessing 88 artigos
Treinador de futebol, de momento na formação. Experiência como Treinador Adjunto no escalão de seniores masculino e feminino, tendo esta época culminado com a conquista de todas as provas nacionais em disputa. Desempenha também funções como Scout para 1ºLiga. Criador do Blog Posse de Bola

8 comentários em Ele é inexplicável, faz coisas tremendas. Com Messi ao lado marco 50 golos por ano

  1. Blessing, algo fora do tópico mas em relação a um par de textos que escreveste há umas semanas sobre o que é exigível aos jogadores das equipas de Guardiola:

    “Here I must defend and attack, and serve the three up front. I saw the example of Leo against Sevilla, running fifty metres back to defend. It was incredible. If Leo and Ney run, well, I better run even more!”

    Isto viu-se dito pelo lateral / extremo Turco que agora não lembro o nome e que salvo erro nem era / é mto utilizado, isto para o caso de ainda ser jogador do FCB. Eu sei que não falaste de correr só por correr ou nem falaste sequer em correr, “correr” disse o Turco mas antes disponibilidade para cumprir tarefas nas equipas Guardiola. E quem não estiver disposto ou não souber fazê-lo não joga, independentemente da sua qualidade com bola.

    Sobre isto de Messi e Barcos, basta ver as Bota de Ouro de Suárez, valioso e bom avançado mas não as teria alcançado sem Messi. O Argentino só não vence tudo (colectivo, singular, títulos, prémios) pq é impossível e pq simplórios futebolísticos como Ronaldo ou Pepe são por algum motivo estranho achados nas listas dos melhores do mundo. Blessing, recordas-te quando tinhas uma foto do fenomenal Romário no teu blogue? “Eu venci a Bola de Ouro (Bola, não Bota) porque Laudrup quis que eu vencesse”, o mesmo Romário que afirma ter sido o Dinamarquês o melhor jogador de sempre. Lógico, Romário disse isto pq nunca jogou com Maradona e pq quando proferiu a afirmação não havia Messi. Se os melhores do mundo e de sempre como Iniesta ou Laudrup fazem milagres pelas suas equipas e qq companheiro que jogue com eles, o que não fará Messi? Inexplicável como diz, COBERTO DE RAZÃO, Barcos. Inexplicável mas percebível, ou testemunhável, as 3 em simultâneo. Messi e Guardiola nunca terão todo o crédito que lhes é devido porque futebol é por natureza um desporto injusto, até para os melhores praticantes e treinadores.

    Sobre cumprir / correr / fazer basicamente tudo o que for preciso, onde for preciso e quando for preciso, relaciona-se com o teu comentário porque faz parte do universo da “disponibilidade” que mencionaste há umas semanas. Messi não joga como faz, com e sem bola, por querer ser caridoso, para dar o exemplo, nem por querer ser pouco egoísta. Faz o que faz e todos beneficiam porque como dizem, vós, tantas vezes, aproxima a equipa da vitória. O FCB não seria campeão sem os 50 golos de Suarez e Suarez não seria o jogador que é sem Messi. Só esta singular capacidade de influenciar tudo e todos, Blessing, deveria dar ao Argentino um prémio só para ele. Um cantinho daqueles que são realmente os melhores de todos os tempos do qual fariam parte 9 ou 10 nomes. ou 10 ou 29, que tal como disse Xavi há uma semana aparecem de 30 em 30 anos. Quem era igual, nem melhor nem pior do que Romário? Igualzinho, em tudo. Raúl. Os dois melhores de sempre a jogar dentro da área e em muitos casos fora dela. São estes os melhores de sempre, os tais 29 ou 30 que juntos nunca, jamais, discutiriam “quem é melhor” porque jogadores como Messi não fazem isso. Não sei se Barcos é o do Sporting mas até poderia ser Pacheco Fernandes do Tondela: é mais do que claro que qualquer bom jogador pode fazer 50 golos por época em todas as competições alinhando numa equipa de Messi. Barcos fará 50 e vencerá a Bota de Ouro, Messi fará 19 e não vencerá nada pq um incapaz qualquer com como Ronaldo fez 40 noutro sítio qualquer. E Barcos vê-se gozado, claro, porque Ronaldo é quem é e os Ronaldos que adoram Ronaldo são como são, numa medida muito gigante, porque futebol é interpretado por incapazes como ele. Arrogam-se os melhores de sempre quando passam a vida a levar no rabo, no relvado e fora dele. Verdade ou mentira?

  2. Blessing, algo fora do tópico mas em relação a um par de textos que escreveste há umas semanas sobre o que é exigível aos jogadores das equipas de Guardiola:

    “Here I must defend and attack, and serve the three up front. I saw the example of Leo against Sevilla, running fifty metres back to defend. It was incredible. If Leo and Ney run, well, I better run even more!”

    Isto viu-se dito pelo lateral / extremo Turco que agora não lembro o nome e que salvo erro nem era / é mto utilizado, isto para o caso de ainda ser jogador do FCB. Eu sei que não falaste de correr só por correr ou nem falaste sequer em correr, “correr” disse o Turco mas antes disponibilidade para cumprir tarefas nas equipas Guardiola. E quem não estiver disposto ou não souber fazê-lo não joga, independentemente da sua qualidade com bola.

    Sobre isto de Messi e Barcos, basta ver as Bota de Ouro de Suárez, valioso e bom avançado mas não as teria alcançado sem Messi. O Argentino só não vence tudo (colectivo, singular, títulos, prémios) pq é impossível e pq simplórios futebolísticos como Ronaldo ou Pepe são por algum motivo estranho achados nas listas dos melhores do mundo. Blessing, recordas-te quando tinhas uma foto do fenomenal Romário no teu blogue? “Eu venci a Bola de Ouro (Bola, não Bota) porque Laudrup quis que eu vencesse”, o mesmo Romário que afirma ter sido o Dinamarquês o melhor jogador de sempre. Lógico, Romário disse isto pq nunca jogou com Maradona e pq quando proferiu a afirmação não havia Messi. Se os melhores do mundo e de sempre como Iniesta ou Laudrup fazem milagres pelas suas equipas e qq companheiro que jogue com eles, o que não fará Messi? Inexplicável como diz, COBERTO DE RAZÃO, Barcos. Inexplicável mas percebível, ou testemunhável, as 3 em simultâneo. Messi e Guardiola nunca terão todo o crédito que lhes é devido porque futebol é por natureza um desporto injusto, até para os melhores praticantes e treinadores.

    Sobre cumprir / correr / fazer basicamente tudo o que for preciso, onde for preciso e quando for preciso, relaciona-se com o teu comentário porque faz parte do universo da “disponibilidade” que mencionaste há umas semanas. Messi não joga como faz, com e sem bola, por querer ser caridoso, para dar o exemplo, nem por querer ser pouco egoísta. Faz o que faz e todos beneficiam porque como dizem, vós, tantas vezes, aproxima a equipa da vitória. O FCB não seria campeão sem os 50 golos de Suárez e Suárez não seria o jogador que é sem Messi. Só esta singular capacidade de influenciar tudo e todos, Blessing, deveria dar ao Argentino um prémio só para ele. Um cantinho daqueles que são realmente os melhores de todos os tempos do qual fariam parte 9 ou 10 nomes. ou 10 ou 29, que tal como disse Xavi há uma semana aparecem de 30 em 30 anos. Quem era igual, nem melhor nem pior do que Romário? Igualzinho, em tudo. Raúl. Os dois melhores de sempre a jogar dentro da área e em muitos casos fora dela. São estes os melhores de sempre, os tais 29 ou 30 que juntos nunca, jamais, discutiriam “quem é melhor” porque jogadores como Messi não fazem isso. Não sei se Barcos é o do Sporting mas até poderia ser outro qualquer bem pior / igual / melhor: é mais do que claro que qualquer bom jogador pode fazer 50 golos por época em todas as competições alinhando numa equipa de Messi.

  3. O Messi no primeiro vídeo, podia ter fugido á pressão facilmente, e quando vi ele a mostra-se pensei que ia fazer precisamente isso, porque tinha muito espaço para progredir mal essa pressão fosse ultrapassada.

  4. O que eles fazem jogo apos jogo eh uma parvoice.

    A maneira como super estrelas jogam de uma maneira tao generosa uns para os outros devia fazer parte de todas as formacoes de treinadores em todo o mundo.

  5. Que o Messi é de outro mundo ninguém duvida. Agora o que o Barcos disse é uma parvoíce porque não só ele não fazia 50 golos como, com ele ao lado, o Messi iria ver-se negro para fazer 50 golos. Porque podem bater no Suarez à vontade mas é (e sempre foi!) muito mais do que só golo. Não só finaliza muito bem como decide incrivelmente bem no último passe, embora aqui o facto de não ser egoísta ajude muito. De resto a tem aquela condução de bola trapalhona com a bola a bater nas canelas que apesar de ser minimamente eficiente o torna bem mais terreno que o Messi ou o Neymar. De resto aqueles 3 é qq coisa.

  6. Acho que o barcos até tem alguma razão, faltou no complementar o comentário com ” Com ele ao lado marcaria mais de 50 golos por época, jogando num qualquer campeonato distrital. Aí em conjunto faríamos no mínimo 150 Golos!!!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*