Como Leonardo Jardim tem retirado rendimento de Bernardo no seu 442

Tantas vezes defendida até à exaustão a tese de que Bernardo não renderia em 442 até que Leonardo Jardim prova o contrário.

Aos vinte e dois anos é já um dos jogadores referência a ser seguido pelos melhores clubes europeus, que porventura, esperarão apenas a certeza de que poderá render no imediato, para avançarem.

No Monaco encontrou o seu espaço e tem tido os minutos que precisa para continuar a crescer beneficiando de um estímulo elevado.

No momento defensivo é ala no 442 de Leonardo, transformando-se em interior aquando dos momentos ofensivos. Mostra qualidades em organização pela forma como encontra caminhos em espaços curtos, mas tem sido na transição ofensiva monegasca que tem assumido maior notoriedade. É a maior referência para receber nesse momento, pela velocidade e qualidade que traz na condução, sempre de cabeça levantada, sempre levando para dentro enquanto procura opções.

Com Leonardo Jardim tem provado que pode render em qualquer sistema, se é que ainda havia quem duvidasse disso.

int-dto-6  monaco4-a-itn monaco8 monao9monaco1

Alternativa para ver o video aqui

P.S. – Continuo a solicitar que adiram ao patreon. Estamos muito agradecidos aos que já o fizeram. Por um valor residual (não terá de ser mais de um dólar mês!) continuaremos a produzir conteúdos para que continuem por cá. Continuem a ajudar aqui:  Patreon. Muito simples e garantirá a existência do “Lateral Esquerdo” nos meses seguintes.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2366 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

3 comentários em Como Leonardo Jardim tem retirado rendimento de Bernardo no seu 442

  1. Acho que hoje em dia, e tendo em conta a predominância do 442, é a posição ideal para os chamados “nº 10”. Resguardam-se defensivamente e têm muita liberdade na fase ofensiva, ajudando onde interessa, no meio. À semelhança de silva, iniesta, mata, pizzi, isco, os médios ala são os novos organizadores de jogo.

  2. O que acham de BS nas zonas de criação? Pode chegar a ser (pou já é) um criativo de eleição? Eu penso que sim, mas em muito jogos em que o espaço é reduzido vejo-o demasiado fora do bloco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*