A velha ordem. Portugal a sofrer no apuramento.

Estamos, por certo, todos muito agradecidos ao que os vinte e três, para mencionar somente jogadores, nos proporcionaram no último Verão.

Num podcast em que se abordou a selecção, muito se falou da necessidade premente de renovar a selecção e da dificuldade que Fernando Santos sentiria para proceder a essa renovação. Precisamente porque há uma dívida de gratidão muito grande para cada um dos vinte e três.

Há, contudo, que acelerar essa integração. Por mais difícil que decidir possa ser.

Que sentido tem continuarmos a ter no lote jogadores que para além de não acrescentarem, ainda estarão completamente “mortos” na próxima grande competição?

Como pode Gelson não jogar nesta selecção? Como pode Bernardo não jogar nesta selecção? Como pode Rúben Semedo não estar sequer na convocatória quando à data já poderia até estar no onze?

O conservadorismo para com os de maior estatuto, para com aqueles a quem estaremos eternamente agradecidos (Éder!) não poderá continuar a definir a convocatória e as opções para os que vão a jogo. Sob pena de correr-se o risco de ausência numa próxima grande competição. Não há em Portugal quem ainda não perceba que os miúdos já têm na actualidade mais para dar!

P.S. – Ronaldo contra os pequenos volta ao mesmo. Joga para si. Remata quase sempre que tem bola no último terço e tantas vezes com excelentes opções que aproximariam bastante mais a equipa do golo.

Marco Van Basten
Sobre Marco Van Basten 85 artigos
Licenciado em Desporto, treinador Uefa Pro pela FA. Desde cedo partiu para terras de sua majestade. Experiência como professor e treinador numa Academia no Reino Unido.

11 comentários em A velha ordem. Portugal a sofrer no apuramento.

  1. O Renato ainda demorou um minuto a mostrar que dá mil vezes mais que o Andre Gomes lol mas pronto o Santos gosta mais de dar sono.. ele é que ganhou!

  2. O William fez um grande jogo a distribuir mas mais uma vez teve uma falha grave ao nível da decisão que deu o golo da Letónia.
    Ele não pode deixar aquele espaço todo para o ressalto principalmente por o jogar que marcou ter aparecido atrás dele.
    Situação a rever pelo Fernando Santos

  3. Bem, ao que parece a renovação da selecção irá ser muito difícil. Eu não terei muitos problemas em dizer que existe ” vacas velhas” que nada de novo trazem ao jogo.
    O jogo não flui, existe um individualismo enorme, e outros jogadores vão na “cantiga” porque tem de ser, existe muito provavelmente hierarquias no balneário.
    São vários os jogadores que, muito pela qualidade ou pela forma, não dão o que é necessário.
    Falando por nomes:
    Na defesa: Bruno Alves, não acrescenta como até retira, como não chamar um Rúben Semedo que é um central rápido e sai a jogar, o que se pede a um central moderno, pois os centrais de hoje não são os de rina duros apenas, há quem saiba o que fazer a bola!
    Cedric, é um jogador rápido e raçudo mas nada mais que isso, dizer que tem lugar num plantel que conta com Cancelo e Semedo, tinha de ser uma utopia, assim como vieirinha não calçará mais.
    Meio campo é o mais difícil porque é onde há mais qualidade! Onde meter, William, Adrien, João Mário, Renato, Bernardo, André Gomes, Gelson, Pizzi etc! São muitos e com alta rotação! Acho que Moutinho não cabe mais, isto da enorme luta entre clubes pela formação fez com que os níveis de competitividade entre os jovens subissem bastante!
    Depois temos 4 que não vão mais passar daquilo:
    Nani que já Não consegue fazer um jogada pensada sem que tenha de fazer um arranque contra 3 ou 4 e que na maioria perca as bolas e melhores oportunidades, jogador sem visão no meu entender!
    Quaresma, que a sede de protagonismo nunca lhe saiu do corpo, e por isso não chegou mais longe na sua carreira, pés de ouro, cabeça de papelão!
    Éder, muito obrigado pela final e toda a alegria do nosso país, mas um André Silva consegue fazer mais com menos!
    E o caso mais bicudo( e não se deve ter receio de ae dizer) é o Ronaldo! Finta , perde a bola, não a recebe e regateia com os companheiros, muito tempo a olhar para camaras, individualista e quase sem qualquer noção de jogar para o colectivo, e faz isso contra equipas que nos são superiores porque não há mais remédio! Enorme jogador, dos melhores que o planeta já viu, mas tudo tem fim, não sei se será o agora,mas se não é está para muito breve!
    Um exemplo da renovação da nossa seleção é o jogo contra a Croácia, que fomos dominados quase o jogo todo, até entrar um puto com característas diferente de médios de posse( é preciso sempre irreverência) e pegou na bola e mostrou como se vai a procura do golo, a experiência não é tudo. Espero para bem da nossa equipa que não falhe o mundial, porque não só os clubes perdem e adeptos, como muitos jogadores com idade já avançada, que entraram pela porta grande , vão sair pela pequena, a um exemplo do mundial de 2002.

  4. Percebo por quê que o Fernando Santos, ainda por cima depois de ganhar o Euro, não tenha facilidade em renovar.

    Por exemplo. Olhamos para os centrais e a coisa está preta (e todos velhos!!!). Mas não há nenhum “Bernardo Silva” para o centro da defesa. Que nomes temos? O Semedo? Tenho a certeza que se tivéssemos um central jovem com o nível do Bernardo ele seria titular.

    Mas então… O Bernardo podia ser titular certo? Pois, mas aí temos jogadores ainda com mais estatuto, melhores e também mais longe do fim da linha do que os centrais (compare-se Nani ao Bruno Alves).

    E depois casos de jogadores que são cumpridores e até estão no pico da carreira (Cédric)… Depois de ter ganho o Euro a titular, há uma resistência natural a abrir alas para os novos craques.

    Resumindo: a posição onde é mais óbvio que se exige uma renovação, também é aquela onde há menos talento jovem a surgir. Se não fosse isto já veríamos mais mudanças, e a partir daí, saindo Alves, Fontes e Carvalhos, seria vista com menos resistência o afastamento de outras peças como um Cédric, p. ex.

    Mas a Federação e o Santos não devem andar a dormir, e já devem ter calculado as idades dos campeões europeus durante o Mundial 2018. Mesmo que ainda achem o Alves bom (lol), no próximo Mundial está a caminho dos 37. Encostar rápido sff.

    • Sim a culpa não é do Fernando Santos, que coitado não tem jogadores para ganhar às Letónias desta vida nem consegue fazer a renovação.
      Até os Sub 21 com uma seleção de remendos trucidava-os, muitíssimo melhor orientados.
      Não há centrais ? O Carriço não te diz nada ? Ou era preciso andar aos chutos numa caixa mágica para contar para a estatística ?

  5. Olhando para os jogadores convocados e mesmo no onze, temos uma renovação a ser feita. Tranquilamente, integrando com os mais “velhos” de forma conservadora. Mais uma vez, e tal como aconteceu com a convocatória do Euro, será difícil encontrar quem concorde a 100% mas no todo não me parece mal. Entraram jovens na convocatória (e alguns mesmo no onze) como João Cancelo, André Silva, Gelson Martins e regressaram outros como Bernardo Silva e Nélson Semedo.
    Podia ter entrado o Ruben Semedo no lugar do Neto, podia ter entrado outro LE no lugar do Antunes (o difícil é quem) mas para uma selecção campeã europeia ter terem entrado 5 jogadores com 22 anos ou menos é renovar!
    Há espaço para entrar um GR jovem (a continuar assim talvez o Bruno Varela), um lateral esquerdo (quem?!?), um central (Ruben Semedo) e um ponta de laça (Gonçalo Guedes? temos mais alguém?) e dos convocados 9 passam a ser sub-23!

  6. Sonho com o dia em que o Quaresma não ande pela selecção a mandar bananos de qualquer maneira. Como acerta 1 em 10, o pessoal acho que é o desbloqueador de jogos.

    Mas já estivemos mais longe da renovação. As laterais e o meio campo estão melhores, falta arranjar espaço para o Bernardo, e conseguir renovar o centro da defesa.

  7. Se fosses um jogador, o que é que farias se o Selecionador Nacional estivesse sempre a “esquecer-se” de ti e quando se lembrava de te convocar mandava-te para a bancada preferindo ficar no banco com 2 GR’s?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*