A notícia que ninguém queria receber

Acordar e perceber que, algures no mundo, caiu um avião, é sempre um momento de consternação. Quando esse avião transporta uma equipa de futebol que se dirige para o mais importante jogo da sua história, nós que vivemos este desporto como uma parte fundamental das nossas vidas, ficamos sem chão.

Aconteceu esta madrugada, com o Chapecoense. Um acidente que ceifa a vida de grande parte dos jogadores, equipa técnica, direção, convidados e jornalistas. Aquilo que não deveria acontecer, o fim da festa antes que a festa tenha tido lugar. Uma tragédia que ficará marcada para sempre na memória daqueles que apenas queriam ver a bola a rolar em direção ao golo.

A equipa do LateralEsquerdo honra a memória de todos aqueles que faleceram, no dia em que, pelas piores razões, Chapecoense se torna um símbolo desse sonho que fica por realizar.

Sobre Luís Cristóvão 34 artigos
Analista desportivo na televisão (Eurosport) e rádio (Desporto na Hora). Moderador do Lateral Esquerdo Podcast. Autor em luiscristovao.com, no twitter com @luis_cristovao.

2 comentários em A notícia que ninguém queria receber

  1. Devia-se tomar o exemplo que o mundo de futebol está a dar para o resto de todas as actividades.
    O Atletico Nacional acabou de pedir para que a taça seja entregue ao Chapecoense.
    As equipas no campeonato brasileiro estão a pedir para que o clube não desça de divisão por 3 anos. Também se fala em empréstimos de jogadores, sem pagamentos.

    Todos os intelectuais que odeiam o desporto deviam lembrar-se disto. É isto que vocês sonham como sociedade e nós desportistas, já temos como comunidade. Não há actividade que integre competição e cooperação como o desporto. Não há actividade que possibilite oportunidades de carreira a pessoas com pouquissimos recursos como o desporto. Politicos, Pseudo-Saviours, Filósofos, abram os olhos e aprendam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*