Desculpem, não consigo parar de jogar

E de fazer jogar. E de marcar. E de contribuir para que se marque!

Jonas é pós Deco o jogador de maior qualidade na Liga portuguesa. Ainda que tenhamos presenciado muitos jogadores de nível incrível, com o que oferta em concreto na nossa Liga, só Deco parece poder comparar-se com o avançado do Benfica.

Jonas é o Messi da realidade portuguesa. Alguém cuja percentagem de acerto por boas decisões é absolutamente invulgar. E porque são tão poucos os que possuem semelhante perfil jogando em espaços tão adiantados, ter Jonas em Portugal é entrar em vantagem sobre o adversário.

Jonas, como Messi, não é o golo que surge no resumo. Não são dois ou três lances vistosos que ficam na retina. São os dois ou três lances vistosos, em cima de todo um sem número de acções que mesmo que simples, são sempre aquilo que o jogo pede naquele determinado contexto e momento.

Com treino, com jogo, com o natural crescimento das capacidades físicas e coordenativas, vai bem a tempo de pelo terceiro ano consecutivo ser o melhor da Liga.

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2562 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

20 comentários em Desculpem, não consigo parar de jogar

  1. Jonas é enorme ! Tenho 35 anos e de entre todos os fantásticos jogadores que já vi em Portugal (e já cá tivemos muitos) não consigo colocar ninguém acima do brasileiro. É simples, eficaz, deslumbrante, assertivo…classe pura !

    • “Jonas é enorme !”

      Caro Tiago

      E praticamente nunca brincou na selecção.

      Este é mais um exemplo/argumento que se enquadra na minha teoria.

  2. Ao ler o título pensei que fosse sobre o Pizzi. Agora com a companhia do Jonas está ainda melhor… Começou o jogo com alguns passes falhados mas foi afinando e voltou a ser o “farol” no meio campo.

    O Jonas parece que nunca saiu da equipa. Regressa para ser, como de costume, MVP.

  3. O Jonas é um craque. Mas Deco era outro nível.

    Como tal eu diria algo como.. pós-Deco só Jonas parece se conseguir comparar a Deco.

  4. Os típicos exageros de um benfiquista, por isso eu percebo-te Pedro. Não há problema.

    Só para rectificar uma coisa, no 1º ano de Jonas o melhor da liga foi Gaitan, na época passada sim, foi Jonas de caras.

    Em relação ao jogo de hoje, boa 1º parte de Jonas, no entanto o golo dele é mais que tudo mérito do Sálvio. 2º parte apagada de Jonas e restante equipa, lembro-me do lance do Sálvio (em que na minha opinião sofre pénalti) e pouco mais (no que a criação diz respeito).

    Para acabar (e não querendo com isto passar por hater de Jonas, que não o sou) mas na minha opinião jamais será o melhor da liga esta época, quando um jogador perde pelo menos metade da mesma, há que ter respeito por quem tiver sido mais regular.

      • Esta é a parte em que pergunto “no seres do Benfica?” e tu respondes “em tudo”? 😀

        Gosto bastante do Jonas mas acho um claro exagero a comparação a Messi (mesmo com aquele direccionar à realidade portuguesa) e acho também um exagero ser-se dito que é o grande jogador pós-Deco… o futebol português já teve vários jogadores de grande qualidade até à vinda de Jonas. Por exemplo em termos de avançado/pl, pode-se dizer que Jonas é superior ao que foi Falcao no Porto? Tenho duvidas que se possa. Jonas é um jogador diferente, um avançado como não tivemos muito por cá, que trata se calhar melhor a bola do que os últimos grandes avançados que cá tivemos; Jackson, Slimani, etc, mas a nível de todas as posições? Até Gaitan foi superior a ele no que fez no seu todo pelo Benfica.

        abraço Pedro

        • E já agora, isto é só a minha opinião como é óbvio. Não se trata de eu ter razão absoluta ou tu, cada pessoa tem a sua opinião e se calhar há gente que identifica-se mais com a tua ou com a minha ou se calhar até tem outra totalmente diferente. (escrevo isto só para se alguém achar que tenho demasiado soberba nos meus comentários) não sou de todo dono de verdade nenhuma, só da minha. abraço

  5. Eu também acho o Aimar superior. E podemos chegar mesmo ao Saviola e mais uns quantos se pusermos em causa o paradigma do “melhor jogador = jogador com maior percentagem de acções positivas”. Parece-me um pouco redutor dividir tudo em “más acções/boas acções”. n era do vitor pereira uma citação em que dizia qualquer coisa como “ha uma opção que eu vejo como melhor, mas há um gajo dentro de campo que é melhor jogador que eu alguma vez fui e ele é capaz de ver outra opção que eu não vejo”?

    Eu adoro o Jonas e considero-o dos jogadores mais brilhantes dos ultimos anos, mas ( e isto falando apenas de gajos que passaram pelo Benfica) não sei se o Saviola e Aimar n eram capazes de nos surpreender ainda mais vezes, mesmo que o segundo n estivesse constantemente em jogo como o Jonas está.

    • Respeito a tua opinião mas tenho de comentar que o Aimar do Benfica já era um Aimar muito em queda na carreira, muito longe dos seus tempos áureos do Valência, por exemplo, e que até passava muito tempo no banco.

      Quanto ás boas acções/más acções, hoje fala-se de uma má acção com a preocupação de se ver se essa má acção compromete ou não depois a equipa no momento defensivo… mas um avançado errar é a coisa mais natural do mundo… se perder a bola 20 vezes num jogo e fizer 2 acções que resultam em golo o treinador por certo ficará contente.

      São uns sortudos por um lado os avançados, pois podem errar bastantes vezes, os médios criativos podem errar algumas vezes, os médios defensivos podem errar poucas vezes, os defesas não podem errar quase nenhumas vezes, o guarda-redes não pode errar nenhuma vez… não só com bola… o av.pl pode fazer um movimento que não resulta e fique fora-de-jogo diversas vezes, já um defesa que ponha em jogo a equipa contrária, oh shit… é como uma pirâmide, um aumentar enorme de responsabilidades do avançado para abaixo.

      PS: Só para comentar também o Saviola, o Saviola já vejo mais um jogador como Messi do que Jonas, tem aquela finta curta e é pequenino por vezes passava por uma data de jogadores com uma ratice enorme, estou a lembrar-me de um golo assim no restelo mas fez muitos mais.

  6. Sem estar a querer entrar pelas questões mais técnica porque isso deixo para vocês que percebes disto (e também porque demoraria imenso tempo a escrever o que pretendo)
    Mas acho que no pós Deco passaram jogadores como James e Lucho que podem, no mínimo, competir com Jonas por esse epíteto. Até por tudo o que atingiram internacionalmente (James e Deco) que Jonas não atingiu, parece me um pouco precipitada essa comparação. Sem com isto estar a querer tirar mérito ao Jonas que, para mim juntamenten com Oliveira, nota se que joga um futebol diferente. Concordando aí que o chames de Messi da liga Portuguesa (sendo Oliver o Iniesta? 😆)

    No fundo o meu ponto é só que não é comparável com Deco e não é ‘justo’ ultrapassar James e Lucho

    Mas claro que gostava de ouvir a tua opinião, uma vez que sou leigo na matéria e falo um bocado da minha visão que só se tornou diferente está época, quando vos comecei a ler. Que achas Pedro?

    Cumprimentos

  7. Este artigo é uma ode à influência dos grandes jogadores. Li as respostas ao artigo. Na nossa liga até podem ter havido jogadores melhores. Mas penso que o autor apenas faz um elogio à influência que Jonas tem na equipa. É realmente um caso raro.

  8. Jonas por cá, enfim…O refúgio “pequenino” para se tornar rei.
    Que comparações… Opiniões claro, mas na minha, obviamente evitável estar aqui. Sobremesa a mais. Prefiro claramente o traço habitual mais “terreno” e consciente dos vossos textos.

  9. Aimar também foi brilhante. Mas foi muito fustigado pelas lesões, o que não lhe permitiu prolongar esse brilhantismo e preponderância por vários jogos consecutivos. Em relação à Jonas estamos a falar de um jogador que foi a chave dos últimos 2 campeonatos. A sua influência na equipa é incomparável. E atenção que sou louco por Aimar ao ponto de ter 2 camisolas dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*