“MarsBet”

Rei de Roma e do futebol de outros dias.

Roma's forward Francesco Totti celebrates after scoring during the Italian Serie A football match AS Roma vs Lazio on January 11, 2015 at the Olympic Stadium in Rome. AFP PHOTO / TIZIANA FABI (Photo credit should read TIZIANA FABI/AFP/Getty Images)

O último resistente da “Lei Bosman” termina a carreira.

Uma das mais bonitas histórias de amor. E quem sabe a última.

Como Ronaldinho, Messi, Del Piero e Pirlo, um dos poucos forasteiros aplaudido de pé no tribunal de Santiago Bernabéu. Uma lenda que começou fora de tempo e termina no tempo ideal.

A classe bem expressa em cada toque de bola. Em cada decisão, em cada resolução por mais curto que seja o espaço. O homem que podia ter o mundo e só quis Roma.

A saída de cena do último génio do futebol romântico traz-nos a certeza bem viva de que o mundo não pára e que encontrar ídolos no mundo do futebol será tarefa cada vez mais herculeana.

 


Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2764 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

1 comentário em Rei de Roma e do futebol de outros dias.

  1. Nunca vi nada igual.
    Todos em lágrimas na despedida de Totti no Olímpico. Não queria acreditar.
    Adoração e sedução.

    Um amor fiel, de outra era, de outro tempo. Alguns episódios evitáveis e um arrasto final talvez não tão bem gerido.
    Mas, na relva, um que, pelo estilo tão próprio, adorei logo desde início. 93! Tão novo. Consegui vê-lo ao vivo ainda algumas vezes, lá, nas minhas viagens a Itália. Que saudades. E ganhou tão pouco.

    28 anos de amor. “Maledetto tempo”. Feito e “desfeito” por ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*