“MarsBet”

SL Benfica 2017 / 2018. Parte II.II

Defesas centrais:

Luisão. Será expectável mais uma época como o comandante de todo um sector. Depois da lesão grave que o fez perder praticamente toda a primeira época com Rui Vitória, seria difícil adivinhar que Luisão voltaria ao nível apresentado na temporada passada. Porque a experiência e capacidade para antecipar o que se passa no relvado é mais importante que traços individuais, sem uma correcta percepção do que é melhor em cada instante, Luisão deverá continuar a ser o jogador mais importante do sector. Aquele que integra os colegas numa ideia comum. Não há em Portugal quem interprete tão bem como ele os conceitos de controlo da profundidade, encurtar espaços ou eliminar oposição jogando com as regras do jogo.

Jardel. Terá de, tal como Luisão na temporada passada, regressar de um período longo sem competição. Se for capaz de fisicamente atingir o nível habitual, deverá retomar o seu lugar ao lado do capitão. Com os anos foi crescendo bastante na sua relação com bola, embora esteja longe de ser um jogador capaz de iniciar desequilíbrios ofensivos desde trás. Concentrado, cumpridor dos princípios colectivos e forte nos duelos defensivos. Já demonstrou completar-se bem com Luisão.

Lisandro. O argentino é o central com maiores dificuldades no que mais importa. O interpretar cada situação de jogo e responder no seu posicionamento e nas suas acções ao que o jogo pede em cada instante. É rápido, é forte, é interventivo e no ar quase insuperável. Todavia, tem lacunas grandes no cumprimento das ideias colectivas e sempre que vai a jogo parece um elemento solto no campo, sem capacidade para se relacionar com os colegas. Muito dificilmente assumirá um papel importante porque no que mais importa, menos que não salte à vista, não demonstrou evolução.

Rúben Dias. Entra no seu segundo ano de sénior depois de uma temporada fantástica na segunda Liga. Muito forte posicionalmente, concentrado e com uma grande capacidade de aprendizagem e de liderança, Rúben é do ponto de vista defensivo um jogador já com imensa qualidade. Dificilmente terá na época vindoira os minutos que precisa para crescer. Treinar com a equipa principal e jogar na segunda liga deverá ser o caminho mais correcto para continuar a seguir o seu trajecto. Qualidade tem!

Kalaica. O jovem croata vai entrar no seu primeiro ano de sénior, e já se estreou a marcar com a camisola principal do Benfica. Excelentes atributos individuais. Quer físicos, quer técnicos, quer na capacidade com que lê e antecipa cada situação que ocorre nas suas imediações. Ainda tem que crescer do ponto de vista posicional, onde é no momento, inferior a Rúben Dias. Tal como o jovem português, precisa de tempo de jogo. Um empréstimo com garantias de jogo na primeira liga seria o passo seguinte, depois de um ano em que treinou com a equipa A e competiu na Segunda Liga.

Ferro. Concentrado e capaz de responder posicionalmente ao que cada situação requer, tem ainda nas qualidades técnicas a principal dificuldade. No seu primeiro ano de sénior realizou uma temporada com qualidade na segunda liga pelo que um empréstimo com garantias de que possa jogar para um nível acima poderá ser a melhor solução. Dependendo das próprias opções da Equipa B dos encarnados, mais uma temporada para consolidar qualidades, é também uma forte opção para o futuro imediato de Francisco.

Rodrigo Castro
Sobre Rodrigo Castro 74 artigos
Rodrigo Castro, um dos fundadores do Lateral Esquerdo. Licenciado em Ed física e desporto, com especialização em treino de desportos colectivos, pôs graduação em reabilitação cardíaca e em marketing do desporto, em Portugal com percurso ligado ao ensino básico e secundario, treino de futsal, futebol e basquetebol, experiência como director técnico de uma Academia. Desde 2013 em Londres onde desempenhou as funções de personal trainer ligado à reabilitação e rendimento de atletas. Treinador UEFA A.

8 comentários em SL Benfica 2017 / 2018. Parte II.II

      • LOL…ontem….ando mesmo desactualizado LOL….
        …Pois é uma pena, acho-o um excelente jogador, defende bem, parece-me inteligente, e tem um passo longo à Bonucci…

        • …e ainda não acredito que o Sampaio tenha ido para a Rússia…apesar de já ter sido noticia no zerozero, mais futebol e Record, deve ser dia das mentiras na Rússia 🙂

  1. Por acaso acho que são quatro bons centrais, ainda que o Ruben e o Kalaica (jogador que promete, é um jovem completo) precisem de evoluir e mostrar que são mesmo opções válidas. Pela forma como está desenhado o assunto, parece que surge uma dupla com provas dadas, Jardel e Luisão, com o Lisandro em alerta e os dois miúdos também. Eu gostaria de vender o Lisandro e trazer um outro central com outras características (bom com a bola no pé e relativamente jovem com potencial para evoluir). E acho que o tempo do Ruben e do Kalaica é agora. O espaço para a qualidade deve estar sempre aberto.

    • …tenho esperança no Kalaica….mas sinceramente acho o Ruben curto, creio que hoje em dia um defesa tem que apresentar outras valias com a bola no pé, mas admito que possa estar equivocado em relação ao Ruben…. e não gosto das brancas do Lisandro, parece-me pouco “inteligente”, mas pode ser só sinónimo de pouco jogo, se o RV o mantem é porque vê nele valias que a nós nos escapa no jogo….
      …o Sampaio encaixaria que nem uma luva ao lado do Luisão….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*