“MarsBet”

Messi, Cristiano. O jogo e o golo.

Os golos caem-lhe do bolso. É incrível como goleador. Não sei se esta decisão partiu do Zidane ou do Cristiano, mas foi um grande acerto passar a jogar na área. Diria que hoje é mais decisivo que antes. Na realidade davas a bola ao Cristiano na ala e não tinhas a sensação de que criaria algo, como ocorre sempre com Messi que faz a diferença em todas as zonas do campo sempre que recebe a bola, por essa razão não há comparação possível entre ambos. Messi é finalizar, começar, organizar o jogo, ser playmaker. Leo é tudo. Cristiano marca a sua diferença na área. É um finalizador extraordinário.

Messi pode fazer de Xavi, Iniesta e Busquets ao mesmo tempo. Não tens noção do espectáculo que é o Leo a jogar como médio. Faz tudo bem e toma sempre a melhor decisão. Se há três opções, escolhe a melhor das três. É impressionante! Dás a bola ao Messi na pior zona do campo e oito em cada dez vezes faz a diferença. Cristiano é diferente, é um monstro na área, mas fora dela não faz a diferença…

Xavi, “The Tactical Room”

Texto de sempre do Lateral Esquerdo. Agora nas palavras de Xavi.

 

Ter Messi. Em organização ou em transição. Ter Messi é estar próximo de vencer, mesmo quando estás por baixo.

O melhor de sempre porque é perfeito em todos os momentos, em todas as fases. Ninguém conduz e define assim. Ninguém vê tudo assim. Entender Messi é perceber e amar este jogo.

Messi é o expoente máximo do futebol moderno. Todas as acções são positivas e aproximam a equipa do golo.Messi é um seis, um sete, oito, nove e um dez. O melhor de todo o sempre para todo o sempre. Incrível.

Lateral Esquerdo. Aqui.

 

“…prefiro ter na minha equipa Kroos, Iniestas, Xavis Pirlos que Messi ou Cristiano”

 É possível que enquanto continuar a passar a meia centena de golos por ano, nunca ninguém venha a perceber o que é Messi ou o que é o seu futebol.
A frase citada em cima é de um absurdo gritante e demonstra o desconhecimento total sobre o que é o jogo. E sobretudo desconhecimento sobre Messi.
Porque é um dos maiores goleadores de toda a história do futebol e porque vem batendo recordes nesse campo, tende-se a olhar para o seu futebol pensando apenas na fase de maior notoriedade. A da finalização. Mas o argentino é perfeito em todas as fases e em todos os momentos do jogo. Na construção onde não somando perdas descobre linhas de passe interiores e transforma situações de jogo com muita oposição noutras com menos e com bola mais bem enquadrada com baliza (vide início do golo à Bélgica), e sobretudo na criação onde não há ninguém no mundo que chegue sequer perto do seu grau de genialidade.
Curioso separar-se Messi do grupo de Kroos, Iniesta, Xavi e Pirlo, quando o Argentino é tanto quanto eles sempre que está a construir ou a criar. Apenas porque marca e marca e marca o separam de um grupo onde pertence. Tal como pertence ao grupo de Ronaldo, pela soma astronómica de golos que perfaz.
Messi são todos os jogadores de todas as posições num só. Na perfeição.
Lateral Esquerdo. Aqui.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2855 artigos
Creator of the "Lateral Esquerdo", is also a teacher at the University Stadium in Lisbon. Soccer coach, having conquered several national titles in Portugal. Experience as soccer coordinator, and lecturer at various Sports Universities. Author of the book "Build a champion team" from the publisher PrimeBooks.

1 comentário em Messi, Cristiano. O jogo e o golo.

  1. Não deixa de ser um exagero, fazer de C.Ronaldo APENAS um monstro de area. Talvez, este C.Ronaldo, pós 2014, lesão e perda daquela aceleração que lhe permitia fazer com mais frequência a diferença em outras zonas do terreno. Mas convem NUNCA mas NUNCA esquecer, que C.Ronaldo ANTES de se tornar uma maquina de golos, era o grande favorito à conquista da Bola de Ouro 2007, no dia antes da exibição da vida de Kaka em Old Trafford. C.Ronaldo, mesmo sem golo, seria um dos melhores jogadores do Mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*