“MarsBet”

A bonita viagem do Real de Zidane.

Troféus sem fim para o Real desde que o lendário número dez assumiu a liderança dos madrilenos.

E a prova de que fazer bem não tem necessariamente de ser fazer rápido. Porque há momentos para se ser rápido e outros em que recriar pode ser criar.

A viagem juntos de uma equipa fascinante, capaz de com bola monopolizar por longos períodos todo um jogo, e mudar-lhe o cariz, até garantir a vitória. Fazer desmoronar um adversário de qualidade tem também muito a ver com o tempo que o fazes correr, e ninguém na actualidade constrói com a pausa e paciência do Real. Tudo enquanto espera o momento em que estão criadas condições para ser mais vertical.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2764 artigos
Criador do Lateral Esquerdo, é também professor no Estádio Universitário de Lisboa. Treinador de futebol, tendo almejado diversos titulos nacionais. Experiência como coordenador de futebol formação e palestrante em diversas Faculdades de Desporto. Autor do livro "Construir uma equipa campeã" da editora PrimeBooks.

8 comentários em A bonita viagem do Real de Zidane.

  1. Mesmo ainda em “pré-época”, mais uma para o Real.

    Períodos daquela mobilidade dinâmica que impressiona. Técnica a abrir espaços sem dar referências. Com amplitude e avanço. Várias opções ao portador. Girando. Sem forçar muito. Terrível. Impossível não associar ao estilo que Zidane fez e jogou lá dentro. Há ali marca. Ténue, suave, libertadora…silenciosa.

    Utd primeiro com 3 atrás, até a parecer mais intenso, depois a ver e correr e tentar cobrir, sofrendo. Reacção com impacto num estilo que não cola com a grandeza do clube. Mas será um “refúgio” para Mou poder continuar “contra os grandes”? Falta qualidade na criação, inteligência, decisão. Haverá sempre estratégia personalizada, mas pede-se mais.

    No fim, Real de barriga cheia e depois das férias, mais uma taça, mais uma festa ainda que sem grande força. Mas não acaba.

  2. Faz me confusão o barca ter “deixado” jogadores como isco ceballos asensio já nem falo no kroos e nem da venda do thiago…eu bateria sem pensar a clausula do isco e ia buscar coutinho… isco e coutinho,Qual dembele….mas mais que jogadores,como o xavi diz….O barca tem que voltar às origens…Não sei se o valverde tem esse futebol dentro dele…

  3. O Isco ontem mostrou todo o Futebol que tem, só mesmo no Real é que não é titular de caras! Este video mostra o porquê de Benzema quase nem ter tocado na bola, está parado durante quase todo o video, na minha opinião se ele se juntasse a esta troca de bola e depois se desmarcasse seria mais benéfico porque qualidade de passe para lhe meter quando se desmarcar não falta.

  4. Mais um bom jogo do Real, a explanar toda a qualidade individual disponível, dominando o ritmo e o adversário a seu bel-prazer. Tem fases do jogo em que chega a maravilhar, muita pausa, muito toque, quando há espaço tufas e quando não é preciso lá vem a criatividade e o movimento colectivo. Benzema a participar muito muito muito em todas as fases do jogo e é um regalo para os meus olhos. Descrições que fazem confusão a este Mourinho, são o oposto do que as equipas dele fazem em campo – as finais são para ganhar não é? Pois tá bem mas convém jogar um bocado à bola. Há muito tempo que não dizia estas coisas sobre o Real mas é aquilo que vejo. O Barça perdeu um bocado o rumo e agora são contratações às paletes de gente de fora do clube e, pior que isso, fora da ideia de jogo que sustentou aquilo tudo. Estão a cair no engodo do Real e das comissões e dos bolsos cheios de dinheiro mas se continuam assim…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*