Lateral Esquerdo, ainda antes de Jorge Jesus

white corner field line on artificial green grass of soccer field

“O treinador do Sp. Braga, Jorge Jesus, deu uma lição de táctica, explicando que o jogo tem cinco momentos. Um deles nunca tinha sido falado por qualquer técnico, garantiu o próprio. Aprenda com Jesus.” in Maisfutebol
6a feira, dia 15 de Maio de 2009.

PS – Jorge, poderá ter sido o primeiro treinador a mencionar o 5º momento do jogo, mas antes, já o Lateral Esquerdo o tinha enunciado (aquando da análise ao SL Benfica de Quique Flores e ao FC Porto de Jesualdo Ferreira).

Confira o video:
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3046 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

3 Comentários

  1. Boas Ricardo,

    confirmando-se q as afirmações foram feitas ainda no Belenenses (revi o video, e aquela parece ser mm a cor do Belem), tens razão.

    Encontrei isso no link referido (no Maisfutebol) com a data desta 6a feira… daí a confusão.

    PS – Mourinho, no FCP (aos anos…), ja dedicava uma sessão de treino por semana a cada um dos referidos momentos. inclusive o das bolas paradas)

    PS II – Votaste no Maxi?

  2. Sim, percebi que fizeste confusão. E, sim, o Mourinho (e outros, não só o Mourinho) já destacava pela forma como treinava os 5 momentos. Enfim, é uma questão mais de semântica do que outra coisa.

    Quanto à votação, optei pelo Alonso. O critério foi, sabendo que tanto ele como outros estiveram bem defensivamente, basear o voto na capacidade de chegar a zonas mais ofensivas. Nisso, o Alonso esteve sublime, com mais de uma dezena de assistências para golo.

    Quanto ao Maxi, a partir de Novembro/Dezembro corrigiu erros infantis que cometia e com isso conseguiu fazer um época, no geral, de qualidade. Soube encontrar os erros que tinha e isso só pode ser motivo de elogio ao uruguaio. Espero que mantenha o bom nível deste final de época no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*