José Mourinho. XII

“Pensa-se que ao se reduzir a complexidade do jogo no treino se está a tornar as coisas mais fáceis. Estamos apenas a criar condições de sucesso ao jogador somente em trenio! Ao fazê-lo depois não se encontra qualquer transferibilidade para o jogo. Por exemplo, há dez anos, o Eusébio era treinador de guarda redes do Silvino no Benfica. O Eusébio colocava a bola à entrada da área e rematava com o intuito de treinar o guarda redes. O problema é que o Silvino não conseguia treinar porque as bolas entravam todas na baliza. Ele simplesmente não treinava porque os remates eram descontextualizados daquilo que é o jogo. Quando trabalho a finalização dos meus jogadores, coloco-lhes oposição, porque é isso que acontece no jogo. Ou seja, antes de rematar, os meus jogadores tiveram adversários pela frente.”

“A minha descoberta guiada não tem tanto que ver com o perceber mas sim com o sentir. Ou seja, com o que eles sentem em determinado tipo de situação ou de movimentação. Eu pergunto-lhes o que eles sentem a nível de experimentação… vamos experimentar e sentir a nível posicional… estou apoiado… a nível mental não tenho medo de errar porque isto está coberto… é daqui que partimos, executamos em treino e recebo o feedback que me permite mudar de acordo com isso. Tenho essa elasticidade, que é ter a capacidade de promover alterações dentro do próprio exercício em função daquilo que me dizem. Se entender, pelo que me dizem, que o exercício não está adequado à situação, altero-o logo ali na altura. às vezes,, ao fim de três minutos, já introduzi uma nova regra no exercício de forma a adaptá-lo àquilo que os jogadores estão a sentir. No fundo, isto é a operacionalização da descoberta guiada.”

Em “Liderança. As lições de Mourinho”, por Luís Lourenço e Fernando Ilharco.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3042 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*