O poder de uma tabelinha

Ofensivamente, a tabelinha é provavelmente a melhor arma que uma equipa pode ter. O seu valor não se esgota na beleza do movimento. A principal vantagem desta combinação ofensiva resulta do facto de o jogador que faz o primeiro passe se deslocar em velocidade na direcção da baliza adversária. Mesmo que se trate de um jogador lento, o facto de já estar a correr na direcção do local para onde será endossada a bola, confere-lhe uma enorme vantagem sobre os defensores, que não só estão parados, como ainda estão de costas para o tal sitío onde a bola vai chegar.

Poucas equipas recorrem conscientemente a uma combinação ofensiva simples, mas bastante exigente técnicamente, quando realizada em espaços curtos. O primeiro passo para se poder ter este movimento como recurso é ter um avançado suficientemente inteligente para não ser egoísta.

E aqui ao 2’34”

Sobre Paolo Maldini 3790 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

6 Comentários

  1. Quantos golos é que o Sporting já levou depois de levar com estas jogadas? Como já o PB referiu num post esta forma de defender do Sporting abre ali muito espaço para estas jogadas…

  2. E o Targino não é, digamos, segundo os parâmetros da blogosfera, um jogador "inteligente". Não sei a idade dele mas pode vir a ser útil em equipas maiores que o Vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*