Éder Luiz. Quando se fracassa, presumivelmente, pelo terceiro factor de rendimento.

white corner field line on artificial green grass of soccer field
A propósito disto.
Éder Luiz passou pela Liga Portuguesa sem deixar um pingo de saudade. Os minutos que disputou foram sempre desaproveitados por culpa própria.
Mesmo tendo deixado antever algumas qualidades em dois dos mais decisivos factores de rendimento, o técnico-táctico e o físico, a performance de Éder Luiz pareceu sempre atraiçoada pelo terceiro factor de rendimento. O psicológico.
A nomeação para melhor avançado do campeonato brasileiro surge como uma excelente noticia para o SL Benfica. Desengane-se contudo, se pensa que Éder ainda pode oferecer um bom rendimento desportivo ao seu clube. Ainda que se esteja somente a especular, o bloqueio de Éder Luiz nunca pareceu momentâneo. Transpareceu sempre uma incapacidade mental para jogar sobre pressão num clube obrigado a vencer. Uma incapacidade para se adaptar a uma realidade diferente da que estava habituado.
Ainda que reabilitado no brasileirão, não se crê que Éder possa ultrapassar o que o levou a fracassar em Lisboa. A boa noticia para o Benfica é a possibilidade de reaver, financeiramente, o investimento.
Sobre Paolo Maldini 3789 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

20 Comentários

  1. "uma incapacidade mental para jogar sobre pressão num clube obrigado a vencer"

    voce nao sabe mesmo do que fala, pois não?

    Cara, o Eder jogou no Vasco, no São Paulo e no Galo.

    Você faz ideia do que é jogar em time grande no Brasil? Faz ideia do que é disputar um clássico com o Cruzeiro no Mineirão? Faz ideia do que é perder com o Flamengo pelo Vasco? Faz ideia do que é o dia seguinte numa cidade como o Rio?

    Jogador ate se borra todo…

    Cara, qualquer torcida de time grande é muito maior do que a do Benfica. Estou aqui em Portugal e sei bem a diferença.

    Deveria se informar mais sobre o que escreve, companheiro…

  2. Eduardo, há algo que os brasileiros nunca reconhecerão (E sei porque um amigo meu é um brasileiro a morar na europa). É a diferença a todos os niveís, em termos de exigência, do futebol europeu (mesmo o portugues) para o brasileiro.

  3. Muito bom.

    Para ver se percebo…

    Você só conhece a realidade europea (portuguesa, melhor dizendo) e somos nós, que vivemos os 2 casos, que avaliamos mal.

    Deve ser do jet lag, mas eu não estou percebendo muito bem sua lógica…

  4. Tretas PB. O campeonato brasileiro não é disputado por 3 equipas, como aqui. São muitas mais. O campeonato deles é muito mais renhido que o nosso. Para além disso o Brasil é pentacampeão do mundo. Achas que lá se joga a feijões? O campeonato não tem exigência? Pensa antes de dizer asneiras.

  5. Amigos, o que eu sei é que o espaço para jogar no brasileirão é bem mais do triplo do que há para se jogar até na liga Portuguesa. Para além de que a velocidade do jogo não tem tb nada a ver…

  6. Ora PB, mas isso não tem a ver com o campeonato brasileiro. Tem a ver com o jogador em si, que é provavelmente fraco, e foi mal avaliado pelos dirigentes. Gostaria de recordar que do campeonato brasileiro chegam todos os anos inúmeros jogadores á europa, uns muito maus, outros muito bons. Como disse não tem a ver com o campeonato mas sim com a qualidade intrínseca do jogador.

  7. Craque no brasil?!

    esta maluco?! Eder luis nao é, nao foi, nem nunca será craque no Brasil. Nem de perto, nem de sombra.

    Ele serve para reserva de time que luta pela libertadores e titular para quem quer sair do rebaixamento, mais nada…

    Vou-te falar 10 atacantes melhores do que o Eder no campeonato desse ano:

    Fred, W.Paulista, Jonas, Abreu, Jobson, Neymar, Dagoberto, Ricardo Oliveira, Kleber, Tardelli, Sobis.

    E te arranjo mais 10, considerados melhores do que ele pelo publico.

    Amigo, você não sabe do que fala. Se baseia na imprensa que vai longe…

  8. Talvez até seja craque no Brasil (o Eduardo diz que não).
    Mas a discussão iniciou-se pela tua referência ao campeonato brasileiro, no qual sugerias que era fácil ser craque lá. Não concordo, e acho que já fui explícito quanto a isso. Se assim fosse, e com a facilidade que Jardel tinha em marcar golos na Europa, quantos é que ele teria conseguido no Brasil???

    Gostaria de acrescentar o seguinte: há muitos jogadores de qualidade que vêm da América do Sul para a Europa, e que nunca se impõem (assim de repente lembro-me do Robinho), e o contrário também acontece. Jogadores que eram considerados vulgares lá, e que se adaptam melhor ao nosso tipo (que não é melhor nem pior, é diferente) de futebol, que chegam e explodem. Há ainda casos de jogadores que vêm para um campeonato e não dá certo, e noutro já rendem. Veja-se o caso do Luís Fabiano, que felizmente (ehehehe) não deu nada no FCP, mas brilha (este ano menos) no Sevilha.

    Fico-me por aqui. Grande abraço aos leitores do blog.

  9. Sim carlos o brasil é pentacampeão do mundo…mas hás-de me dizer quantos joagadores das equipas campeãs do mundo jogavam no brasil…

    E já agora, todos os anos no brasil, é um incógnita saber quem vai ser campeão,isto sucede-se porque nenhuma equipa é regular ano após ano e não tem o hábito de ganhar, por isso os níveis de exigência são diferentes.

  10. Sim carlos o brasil é pentacampeão do mundo…mas hás-de me dizer quantos joagadores das equipas campeãs do mundo jogavam no brasil…

    E já agora, todos os anos no brasil, é um incógnita saber quem vai ser campeão,isto sucede-se porque nenhuma equipa é regular ano após ano e não tem o hábito de ganhar, por isso os níveis de exigência são diferentes.

  11. Carlos. Não disse q é facil ser craque lá. Disse q a exigencia é bastante menor. Isto está relacionado com o espaço para jogar (bem maior no brasileirão que em quase qq campeoanto europeu), e com o tempo para o fazer (na europa há que ser mais rápido em todos os aspectos, seja a decidir, seja a executar…precisamente por haver bem menos espaço).

    A velocidade do jogo no brasil, mesmo comparanda com a de um campeonato fraco da europa como o portugues, é muito reduzida. Não apenas pelo facto que os brasileiros sempre referem qd chegam à europa (o tamanho da relva) mas principalmente por aspectos tácticos relacionados com a proximidade de sectores.

  12. benfica, benfica e mais benfica…
    o ano passado, falavam do benfica porque era o melhor… este ano falam do benfica porque está mau…
    o sporting vai ficando com umas migalhas.
    do porque é que vejo poucos post's, e os que há… enfim.

  13. Digam me vocês quantos jogadores a jogar no Brasil vão à Selecção Brasileira… O futebol cá é muito mais rápido e exigente, por isso é que o tipo de jogador como o Eder Luiz se dá mal aqui (brinca na areia) comparado com por ex. jogadores como o Ramires que aplicam mais intensidade no seu jogo. Para falar de jogadores que ainda estão no Brasil, aposto aqui que um jogador como o Jucilei se vai dar muito melhor cá que os Eder's Luiz'es do Brasil.

  14. Em 2002, 13 dos 23 campeões da copa jogavam no Brasil.

    O futebol é mais rápido, mas isso tem a ver também com o clima e com os gramados.

    Quando os clubes europeus foram no Brasil, foram sempre humilhados. Veja-se na copa do mundo de clubes que o corinthians venceu, chegando à final com o vasco.

    Falando de jogadores, Portugal é um paraiso para os brasileiros. Chegam aqui jogadores de 3ª e 4ª divisões e por vezes se tornam estrelas em 1,2 anos. Me lembro daquele Nene, por exemplo.

    Mas 90% dos brasileiros que atuam na primeira divisao portuguesa nunca atuaram sequer no brasileirao.

    tecnicamente o nivel dos jogadores no brasileirao é muito, mas muito superior.

  15. "Goleiro:Marcos;
    Zagueiros: Lúcio, Roque Júnior
    Laterais:Roberto Carlos , Cafu (Capitão)
    Volantes: Edmílson , Gilberto Silva
    Meias: Kléberson, Ronaldinho Gaúcho
    Atacantes: Rivaldo e Ronaldo."

    Onze base do Brasil em 2002. Jogadores no Brasil: O GR (que nao entra para estas contas), o Kleberson e o Gilberto Silva… 8 em 10 jogavam na Europa e os outros dois vieram para a Europa jogar. E o Gilberto Silva deu-se MUITO bem, portanto era um brasileiro "europeizado". E agora qual e o argumento?

    "Quando os clubes europeus foram no Brasil, foram sempre humilhados." lol? Com base em que? o Mundial de Clubes, para onde os clubes europeus vao "passear"? e mesmo assim de certeza que temos mais vitorias no Mundial de Clubes e na taca intercontinental.

    "tecnicamente o nivel dos jogadores no brasileirao é muito, mas muito superior."

    So se por tecnica entenderes fintinhas como passar com as pernas por cima da bola lol. A 10 a hora tambem eu.

  16. Creio que são realidades diferentes, e gostava, realmente, nos tempos de hoje, ver futebol disputado com a intensidade de se ter que ganhar algo, uma espécie de campeonato, entre clubes brasileiros e portugueses, ou outros europeus ainda melhores. Não digo que fosse fácil, porque não era, mas seria curioso ver, tanto nas condições de lá, como nas de cá…

    Abraço

    Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

    Bimbosfera.blogspot.com

  17. e vem na capa da bola o interesse do benfica no jucinei (e jucilei mas a bola ja nos habituou a estas gaffes)
    como disse, vai ser um GRANDE jogador. espero que o Porto "roube" este. vale mesmo a pena

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*