Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3258 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

9 Comentários

  1. O Gaitan está mesmo cada vez melhor!
    Mais confiante, decide mais vezes melhor, quase nunca se esquece do seu trabalho defensivo e tem tendência para marcar golos espectaculares como foi o de hoje.
    Bem merecidas as chamadas à selecção da Argentina.

  2. lol e chamado desde o inicio da epoca, quando nem no benfica jogava. jogadores como Lucho Gonzalez Cambiasso Lavezzi Lisandro Zanetti nao vao e vao jogadores como o Gaitan… lol (sim eu sei que nao sao todos da mesma posicao nem estou a comparar isso)

  3. Concordo. No entanto, não esquecer o Jara que irá, a curto/médio prazo, ser tão ou mais útil (em termos de golos e ocasiões de golo) do que o Gaitán. Embora não com tanta classe.

    O termo classe é um pouco subjectivo, pois significa coisas diferentes para pessoas diferentes. E quando o objectivo do futebol é ganhar, marcar mais golos do que o adversário, e não quem tem mais técnica ou faz mais floreados com a bola, a técnica é só e apenas um meio, nunca um fim.

    Embora o encanto da técnica traga outras vantagens: maiores audiências, no estádio e na TV, maior entusiasmo por parte dos adeptos, maiores apoios e mais adeptos, por isso, mais dinheiro. Isto é, cria-se um círculo virtuoso. Como diria LaPalisse, juntas, a técnica e as vitórias, são imbatíveis. :-))

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*