As criticas de Pepe a Queiroz

white corner field line on artificial green grass of soccer field
Não são novidade.
Há cerca de um mês, depois de um jantar com internacionais portugueses, o nosso Sir Luis (profissional de um clube da Premier League)pouco presente aqui na escrita, mas muito activo na informação e troca de ideias, havia referido em privado que a opinião dos jogadores nacionais sobre Carlos Queiroz e o seu adjunto José Guilherme, que há tão pouco tempo passou pela Académica de Coimbra era lastimável.
Aparentemente um défice muito grande de liderança afectava a selecção nacional. Quando um jogador como Pepe não se importa de em público tecer afirmações tão corrosivas quanto as que fez, percebe-se bem a diferença que separava Queiroz de grande parte do grupo de trabalho.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3633 artigos
Pedro Bouças - Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

13 Comentários

  1. É verdade que Portugal, sem a era Queiroz, não teria evoluído da forma que evoluiu no que diz respeito ao futebol. Mas o que acabas de dizer é também verídico, e essa sempre foi a imagem que Queiroz passou, no meu entender, "Professor em Excesso", quando o futebol é cada vez mais uma área de Ciências Humanas, em que a liderança não deve ser "fria", a proximidade emocional e mais importante do que julgamos. Não que o homem seja má pessoa, mas pelo que me dizem alguns (ex)jogadores que com ele trabalharam (clube / Selecção), Scolari nada percebia daquilo (Jogo), mas sabia como lidar com todos os processos humanos, sabia como elevar a excelência de cada um em prol do objectivo. Aliás, não fez só com que os jogadores fossem com ele, colocou toda uma população do seu lado, e com todos os defeitos que possa ter, isso é um feito brutal…

  2. A maioria dos jogadores até pode ter uma opinião lastimável sobre o queiroz, agora o pepe?!?
    Ele que agrediu barbaramente um colega de profissão e continuou a ser chamado à selecção como se nada se tivesse passado, esteve não-sei-quantos meses lesionado e foi convocado para o mundial, e mesmo com uma flagrante falta de ritmo foi utilizado na maior competição mundial de selecções!
    Agora vem "rasgar" o padrinho? Logo quem tem menos razões de queixa do queiroz??
    Até dizia para ter vergonha, mas deve ser um problema de cultura clubistica que já vem detrás…

  3. Anónimo, sobre o Alenitchev:

    A forma como o Mourinho o tratava em privado diz tudo sobre a sua carreira.

    Foram mais ou menos assim, as ultimas palavras do Mourinho para o Aleni na final da champions, segundos antes dele entrar em campo (contadas por um agora internacional portugues, que estava no banco nesse jogo) "Vais lá para dentro e vais mostrar ao mundo porque és o meu pequeno Zidane"

  4. Sobre isso PB,
    Sabias que o Aleni só jogava quando queria? Não gostava de jogos pequenos, só dos grandes. E por acaso, só nos lembramos dele nesses grandes momentos! hehe

  5. PB deixa-me dizer que também os adeptos, apesar de muitas vezes ser suplente o tinham como um dos preferidos. que saudades de cantar Dimitri Dimitri Dimitri Alenitchev!

    Quanto ao Pepe anda perdido da cabeça o homem. até pode naturalmente ser verdade o que diz mas está arrumado, há que seguir em frente! Começo a achar que o Pepe tem algum problema mental depois dos últimos tempos. O jogo contra o Lyon meteu medo!!!

  6. O Alenitchev era um óptimo jogador. Executava com uma facilidade incrível.

    Já o Queiroz é um complicado do caraças. E parece-me um argumento muito pequeno afirmar que o Pepe, por ter ido à SA na conta do ex-seleccionador, agora tenha de lhe fazer os broches todos…

    Por outro lado, não sou ingénuo e não acredito em milagres. Se o camarada Pepe despeitou CQ daquela forma, à frente de tudo e de todos, fê-lo com conhecimento dos restantes colegas. Quem sabe até da restante estrutura – Pepe foi contundente demais numa actividade cheia de assessores, limitações, comunicados e conferências de imprensa, autorizações e restrições ao contacto com os artistas.

    Os jogadores sabem muito bem o que dizer e como se comportar em frente aos holofotes e sabem muito bem o peso de determinadas palavras…

    Queiroz, se tivesse juízo, e como até tem razão naquilo que reclama (mas que apenas está relacionado com contratos e leis, não com performance desportiva), tratava da sua vida nos fóruns competentes e sem grandes soundbyte. Pôs-se a jeito e mesmo assim não se resguarda. Ele não se pode esquecer que no relvado demonstrou, uma vez mais, incompetência. A equipa portuguesa que liderou era confrangedora. Má. E tinha potencial para, pelo menos, jogar com atitude e qualidade – ganhando ou perdendo as competições.

  7. Boas. Que o Queirós é um grande cromo, já todos o sabemos. Agora, que com isso ele tinha perdido o respeito todo de todos os jogadores, pois se o Pepe que é o que mais lhe deve fala assim dele, que fará quem não o teve como padrinho…

    Sobre o Alenitchev achava grande jogador, mas no clube errado. É pena, grandes jogadores terem-se notabilizado em Portugal num clube que é assumidamente corrupto e que só não é condenado por causa do que se sabe da justiça (??) em Portugal.

    Abraço

    Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

    Bimbosfera.blogspot.com

  8. É só azia Márcio… Assumidos? Só se for assumidamente vencedores. A justiça, ilibou-nos. Se fossemos pela opinião labrega popular claro que deitavam abaixo o melhor clube português da atualidade… Mas ainda bem que ainda vivemos numa democracia e não no Uganda.
    E vê se lavas a boquinha antes de te pronunciares sobre o FCP. E aprecia a consagração do melhor campeão dos tempos democráticos em Portugal em pleno estádio rival.

  9. Continuação

    Ah, pois é! Que se calhava a acontecer o Benfica ser bi-campeão, e pior, se vocês não iam à Champions isso fechava a loja. Se o nosso orçamento foi o maior de sempre do Benfica, o vosso foi ainda maior (não sei se o vosso foi o maior de sempre também, mas foi ainda maior que o nosso) logo tinha que haver retorno.
    Foram campeões, é certo, mas não foram por mérito. Por mérito, nesta altura, ainda o campeonato estaria muito, mas muito em discussão. Este ano, na dúvida, para o Benfica, nunca havia dúvida, era sempre contra o Benfica a decisão, e contra vocês, na dúvida, idém, só que também não havia dúvida, era sempre a vosso favor. O único penalty marcado contra vocês foi mandado repetir sem se saber porquê. Claro que ele deveria ter marcado esse também, mas porra… Por exemplo, o «boca grande» (pelo que disse, nada físico) do Rolando, que fez 3 !!! penalties todo o ano e que nenhum foi marcado? Pegue no resultado desses jogos e adicione um penalty, se faz favor. Depois diga-me se a) ainda era invicto, b) o campeonato já estava decidido.
    Jogaram bem alguns jogos? Claro que sim, nada a dizer, sobretudo na vontade de vencer o Benfica no campeonato, tanto em casa como fora, mas jogarem bem contra nós não legitima todas as outras 20 e tal jornadas.
    Ficou mais esclarecido o porquê da corrupção? Ainda posso dizer mais algumas coisas, se não tiver ficado 100% claro!

    Abraço e parabéns

    Márcio Guerra

  10. Caro João Pinto, a ver se me explico, que ainda não deve ter passado o efeito do álcool da festa… Conhece aquele provérbio «Quem cala, consente?» Estamos falados? Não? Eu explico com mais calma. O seu clube, corrupto, assuimdamente corrupto, aceitou, em primeira instância, a penalização de 6 pontos na há 3 ou 4 épocas atrás, em que tiveram uma vantagem de 18 pontos sobre o segundo classificado, e em que, se lhe fossem descontados esses 6 pontos, ficava com vantagem ainda suficiente para ser na mesma primeiro. E ficaram bem calados. Isto não é opinião, é facto. Só que, para a inscrição nas provas europeias, naquela época em que o Guimarães ficou em 3º lugar, e em que «se chatearam as comadres», pois eram, antes do Braga, o vosso poiso para os jogadores, onde esteve o Alan, o Peixoto, entre outros, e em que o Guimarães quis tentar, com a ajuda (aceito isso claramente) do Benfica ficar em 2º lugar administrativamente, em que, conseguindo, saía o Porto das competições europeias, e passava o Sporting para o lugar do Porto, o Guimarães do Sporting, e ainda beneficiava o Benfica com a 3ª pré-eliminatória, lembra-se? E isto acontecia porquê? Porque há uma regra, de acesso às competições europeias, em que não podia haver casos de corrupção, para poderem participar, e só depois do Benfica e Guimarães terem entrado com as medidas em tribunal, no TAS ou lá onde foi, para irem na vossa vaga, é que vocês recorreram, porque aí já viam que afinal NÃO RECORRER tinha os seus problemas. Ou seja, enquanto acharam que era só ficar sem 6 pontos, tudo muito bem, SOMOS CORRUPTOS mas só perdemos 6 pontos (por essas e por outras é que eu não sei como não fizeram vocês uma estátua ao Ricardo Costa, que em vez de vos mandar para a segunda por corrupção só vos tirou 6 pontos, e andaram a dizer que ele era todo Benfica por causa do Hulk e do Sapunaru andarem ao murro aos stewards, tsc, tsc…) só que, dizia eu, quando as coisas apontavam ao dinheiro da Champions, aí sim, calma, que não pode ser. Se não há capital, descobre-se nos a careca, ou duvida que isto estar resolvido à 4ª jornada foi por causa de não haver este ano dinheiro da Champions?

    (Continua)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*