As equipas do Machado, são tão más, tão más, tão más, que nem nos cantos conseguem garantir a concentração defensiva

white corner field line on artificial green grass of soccer field
Concentração defensiva. Quarto princípio defensivo do jogo. A defesa deve diminuir o espaço e amplitude de jogo, obrigando assim o adversário a jogar em pequenos espaços, facilitando a cobertura defensiva e criando situações de vantagem numérica com mais facilidade.
O FC Porto de Villas Boas tem sido uma máquina imparável e há que lhe creditar todo o mérito do mundo por isso. Todavia, por vezes parece que Manuel Machado tem prazer em ser goleado.

P.S – O titulo do texto é obviamente exagerado.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3758 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

14 Comentários

  1. Bom artículo,

    O único clube onde vi um bom Machado foi quando teve, duas vezes salvo erro, no Nacional da Madeira. De resto nunca mostrou nada. E no caso do Guimarães podia e devia ter feito melhor.

    Abraço

  2. Caro PB,

    A final foi um desastre, o Machado tem maus momentos, no entanto os resultados têm que ser considerados positivos.
    Desde 2000 a 2011 o Machado tem uma passagem menos boa pela Académica e por Braga e nem se espalhou ao comprido. São duas épocas (2006/2007 e 2007/2008).
    De resto o balanço é francamente positivo.
    Analisando esta época tem que se considerar que o Vitória era francamente pior que o Porto, Benfica, Sporting e Braga. O quinto lugar é positivo.
    Cumprimentos
    rm

  3. Só uma pergunta foi impressão minha ou ápos o golo do Egdar, o Porto na sua marcação a zona nos cantos fez aproximar os seus jogadores mais ainda entre si?

  4. Eu não vi nada do jogo do jamor, nem sequer o resumo, mas também não é preciso, pois já sei bem o que as equipas do machado "gastam"… a concentração defensiva na ideia dele deve ser uma espécie de marcação HxH pelo campo todo tipica dos anos oitenta. E depois é só abrir espaços e assistir aos buracos naquela defesa.
    O titulo do texto até podia ser: as equipas do machado são tão más, tão más, tão más que nem é preciso o fcp oferecer prostitutas nem pagar jantares.

  5. Já não há muito a dizer sobre um dos treinadores mais sobrevalorizados de que há memória.

    Este jogo do Jamor é um bom estudo para quem esteja a estudar o jogo. Podemos abrir uma cadeira só com um ensinamento básico: "como não defender contra equipas com qualidade em posse e leais em transições rápidas".

    Para além disso, as bolas paradas. Uma nulidade.

    A única coisa boa, que não é trabalhada (se fosse, era má) por Machado, é o pé esquerdo do Anderson, que deu dois golos. De resto, uma nulidade completa em termos colectivos, esta equipa.

    Depois dos 6-0 na Luz o ano passado, agora levou 6-2 numa final da Taça. Para não falar no jogo da Luz este ano, em que levou 3 mas devia ter levado 10.

    Quem é que pode achar que o Vitória está bem servido com este vintém?

  6. F#d@-se temos de gramar com comentarios aziados dos (maus, tambem os ha bons) benfiquistas em todos os posts? Quando o Jesus substituir o AVB e ganhar muitos titulos o que vao eles dizer?

  7. Ricardo,

    já que lançaste a isca bem que podias iniciar um texto, longo, sobre o tema "como >defender< contra equipas com qualidade em posse e leais em transições rápidas".

    Espero que ponderes o meu pedido, gostava de aprender algo mais sobre isso.

    Abraço

  8. Kaspov.

    Curto e grosso. Não tem qualidade para jogar num grande, e também não tem potencial para lá chegar. Mas, admito que posso estar muito enganado, uma vez que não vi assim tantos jogos dele…

Responder a Ricardo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*