O estranho caso de Jorge Fucile

white corner field line on artificial green grass of soccer field
Foi uma enorme sensação quando chegou a Portugal. De desconhecido a melhor lateral da Liga foi um ápice.
Posicionamento, agressividade, concentração, técnica e rendimento nos dois corredores. Aos vinte e dois, vinte e três anos, parecia certo que o seu futuro passaria por ligas mais competitivas. As propostas chegaram, diz-se. Todavia, Fucile nunca partiu.
Ainda que seja um exercício meramente especulativo, e porque há claramente um antes e um depois no rendimento do uruguaio em Portugal, até que ponto permanecer em Portugal não o tornou menos ambicioso, audaz e competente?
O Fucile determinado e determinante das primeiras épocas, que teve possibilidades de sair por somas avultadas, deu lugar a um jogador desconcentrado, que soma erros infantis (o número de expulsões que soma é absolutamente invulgar num clube como o FC Porto), e que chegou mesmo a perder o lugar para Sapunaru. Um colega cujo potencial é infinitamente inferior ao seu.
A justificação para a sua quebra parece estar mais na cabeça que nos pés. Se há problemas, há que os resolver. Aos vinte e seis anos, não é tarde.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3172 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*