Um Benfica Europeu

white corner field line on artificial green grass of soccer field
“Um Benfica Europeu.
Extraordinária a forma como o Benfica se bateu contra aquela que está seguramente nas três melhores equipas mundiais da última década.
O incremento da qualidade dos atletas do Benfica, chegou com a presença de Rui Costa a funções directivas. O incremento na qualidade do seu jogar, chegou com Jorge Jesus no banco.
Não há como não perceber a evidência. De há quatro temporadas para cá, têm chegado época após época, jogadores de qualidade superior a Lisboa. De Reyes a Witsel, passando por tantos outros, e até mesmo aqueles que demorando um pouco mais no seu processo de afirmação, serão seguramente mais valias no futuro do Benfica. Penso em Enzo e Bruno César, essencialmente.
Com Jorge Jesus, exímio na arte de potenciar o que de melhor os jogadores podem dar (relembre Di Maria, David Luiz, Fábio Coentrão), o SL Benfica paulatinamente têm-se tornado uma equipa vencedora. E se os três troféus em dois anos, não o indiciam totalmente, a percentagem de vitórias por jogo, subiu de forma vertiginosa nos dois anos de Jesus. Não terá sido por acaso a presença, vinte anos depois, numa semi final europeia.
A forma aparentemente fácil com que o vice-campeão holandês foi batido, e a forma tranquila com que o Benfica discutiu palmo a palmo o jogo com o Manchester United, comprovam uma clara mudança, relativamente ao Benfica da década de noventa e ao Benfica da última década.
O trilho da qualidade está a ser percorrido. E a aposta na qualidade trará sempre benefícios. Financeiros, pela valorização dos jogadores, e necessariamente desportivos.
É um grande Benfica o dos dias de hoje. Resista ao poderosíssimo FC Porto, no Estádio do Dragão, à sexta jornada da prova, e teremos condições para presenciar um campeonato memorável, disputado ao milímetro entre Porto e Lisboa.”
O texto foi publicado a 16 de Setembro. Pouco mais de um mês depois, percebe-se que está, de facto, a crescer uma grande equipa no Estádio da Luz. Pelas suas soluções individuais (que começam logo na baliza) e colectivas, este Benfica assume-se indubitavelmente como uma equipa temível.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3251 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*