Sporting. Incapacidade para controlar a aleatoriedade do jogo. Um caso concreto.

white corner field line on artificial green grass of soccer field

“…deu para perceber que o FC Porto é uma equipa mais adulta. Mais preparada tacticamente para enfrentar cada situação de jogo. Mais apta a lidar e a controlar os pormenores, a aleatoriedade do jogo.” Daqui.

No primeiro golo do Sporting de Braga, é possível encontrar inúmeros erros individuais de jogadores do Sporting. Apontar criticas de forma individual é fácil, e em determinados lances ou momentos talvez até não sejam injustas. Há todavia algo mais importante a resolver que a componente individual.
O Sporting não está enquanto equipa, preparada para jogar com assertividade e de forma colectiva as diversas situações que o jogo proporciona.
Quando pensamos em aleatoriedade no momento especifico de disputar uma primeira bola, pensamos na impossibilidade que é saber quem vencerá o duelo e principalmente em que zona, independentemente de quem tocou a bola, a bola cairá em seguida.
Mesmo para um momento aparentemente tão pouco importante e específico do jogo, é usual definir-se a zona e o jogador a disputar o lance, bem como os posicionamentos de todos os outros dez jogadores precavendo a perca da bola, ou procurando aproveitar possíveis zonas por onde sair, depois de garantida a bola. Procura-se delinear e treinar estratégias para reduzir ao máximo o que não se sabe que poderá acontecer.
Este é o posicionamento do Sporting na primeira bola, depois do pontapé de baliza de Rui Patrício. Dez segundos depois, o Braga já vencia.
Honestamente. Desde termos Matias(?!?) a disputar a primeira bola, até à distância da equipa para o local onde o lance foi disputado, passando pelo posicionamento completamente aleatório dos seus jogadores, parece-lhe que o Sporting está preparado como equipa para cada situação de jogo? Não está. Os jogadores jogam o que o jogo lhes dá. E a qualidade individual no Sporting continua a ser superior à colectiva.
P.S. Está a decorrer a votação para melhor blog do ano 2011. Como estamos entre os nomeados, fica aqui o link para votarem em nós. Obrigado.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3011 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*