Já foste Pereira, nem o provável titulo te salvará a pele

white corner field line on artificial green grass of soccer field
“Nunca pedi ao Lucho para jogar entre linhas e não sair de lá. Peço-lhe apenas para baixar quando acha que tem de baixar, porque acredito e fundamentalmente a este nível, que é a qualidade do próprio jogador que o faz perceber quando é o momento de baixar ou de abrir.” Vitor Pereira.
Vitor Pereira tem ideias. Todos quanto os que leram algumas das suas entrevistas concedidas bem antes do estrelato o reconhecem. O treinador portista sabe do jogo e é indesmentível que na fase preparatória da época soube preparar de forma bem interessante a supertaça europeia.
Todavia, mesmo nos momentos de vitórias importantes foi sempre ficando a sensação de que o FC Porto está/estaria orfão de um líder.
É seguro que Pereira, ao contrário do que afirma, não crê que devem ser os jogadores apenas por si a identificarem as situações e a resposta que devem dar as mesmas a cada momento. Mesmo que os jogadores se chamem Lucho ou Hulk.
Pereira foi engolido pelo grupo, ou pelo grupinho. Talvez creia que ser amigo da malta, dando toda a liberdade possível aos seus competentes atletas o leve ao sucesso. Pela qualidade dos campeões nacionais, tal é até bem provável que venha a acontecer. Mais um ano de Pereira no FC Porto é que já parece altamente improvável. Pereira não sabe. Mas, seria muito mais respeitado se colocasse imposições. Não nas regras de conduta, mas no seu jogar. Desde que no exercício e nos jogos provasse estar correcto, claro. Mesmo os que gostam de liberdade, se sentem mais realizados quando percebem que as condicionantes colocadas os leva ao sucesso. E são precisamente os de estatuto mais elevado que mais precisam de ser dirigidos e “conquistados”.
Não pode ser cada um por si, mesmo quando o nível de compreensão do jogo é tão elevado.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3379 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*