Nos pormenores nunca nenhuma selecção foi tão perfeita como a Espanha

white corner field line on artificial green grass of soccer field
Quem nos segue há imenso tempo, por certo que já ouviu diversas vezes elogiarmos o “trabalho para receber” de alguns jogadores. É um pormenor que escapa a quase todos. Somente os que andam/andaram lá dentro percebem a importância do dito trabalho. Numa era em que o espaço de jogo é cada vez menor, cada simulação sem bola pode ser determinante.
Fabregas demonstra o que por aqui já foi descrito como um pormenor decisivo. É óbvio que a qualidade de Xavi e o entrosamento que se estabeleceu entre os jogadores espanhóis é também decisivo. É possível que em qualquer outra selecção o portador da bola arriscasse logo o passe para as costas da defesa, mesmo estando praticamente condenado ao insucesso. A linguagem corporal do 10 de Espanha não engana quem o observa. Procurar a profundidade sempre com o pensamento no baixar para receber no pé. O seu movimento permitiu-lhe receber a bola e enquadrar de forma bem tranquila numa zona central e bem adiantada no campo e jogo.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3251 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*