SL Benfica. De quem se fala. Take II.

white corner field line on artificial green grass of soccer field
André Gomes. Talvez os minutos que tenha passado em campo no jogo com o Vitória de Guimarães, agora sem golos, tenham dado para perceber a quem o endeusava tão precocemente o seu real valor actual. Sim, tem uma personalidade incrível. A propósito, o árbitro decidiu bem, mas percebe-se que é um jogador leal e que foi apenas, manifestamente infeliz no lance. Para além da perseverança que se percebe, a sua morfologia física poderá ajudá-lo a ser aposta dos treinadores que for encontrando. Tem potencial, sim. Todavia, é um jogador a anos luz da qualidade do plantel do Benfica. Talvez, nas últimas décadas desse. Na actualidade, o nível individual é tão grande no Benfica, que um jogador que erre percentagem tão elevada de passes, e que ainda denote dificuldades em algumas recepções de bola, não tem nível para entrar na equipa. Talvez um dia cresça. No momento, está muito longe de poder ser uma opção interessante na equipa A.
Luisinho. A mesma impressão do jogo anterior. Desta vez com alguns desleixos defensivos também. Tem excelente qualidade técnica. Porém, essa qualidade fá-lo tomar demasiadas más opções. Joga para “se mostrar”, e ter uma percepção errada das suas capacidades também não ajuda. É um jogador ofensivamente interessante. Pode melhorar bastante, assim que sinta que não tem nada a provar.
Ola John. Novamente o melhor. Não solta uma bola sem uma ideia, como ficou bem visível no lance do golo de Lima. Explora sempre o corredor central quando há espaço e colegas para receberem dentro. Temporiza e define com grande qualidade, partindo unicamente para as soluções individuais, onde também vai tendo algum sucesso, quando escasseiam opções. A técnica de recepção (excelente ontem) e passe pareceu francamente melhor que em outras ocasiões. Ainda vai a tempo de ser uma das revelações da temporada. Os seus dois últimos jogos fizeram crescer a expectativa.
Lima. Fantástico! É o Saviola do novo Benfica. Não tem toda aquela classe do argentino, mas é rápido, forte e excelente na movimentação. As suas desmarcações em diagonal de dentro para fora para receber nas costas da defesa vão fazendo imensa mossa. Em Barcelos ofereceu assim o golo a Luisinho, e na partida de ontem várias foram as vezes em que o mesmo movimento aproximou o Benfica do golo. Foi uma contratação notável. Lima é um dos grandes responsáveis pelos bons momentos da equipa de Jesus.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3159 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*