Porque é que o Sporting não consegue ganhar a equipas cuja organização colectiva lhe é semelhante, se até tem melhores jogadores? E o derby. Estará perdido à partida?

white corner field line on artificial green grass of soccer field
A questão é que pelo estatuto que tem, o jogo será, mesmo em termos tácticos, sempre mais difícil para os jogadores do Sporting, que para os seus adversários. 
Enquanto que quem defronta os leões encontra sobretudo, ou demasiadas vezes situações contra 5,6 jogadores atrás da linha da bola, o Sporting enfrenta situações com mais adversários atrás da linha da bola. Logo situações mais difíceis de resolver. 
Um a um, individualmente, é seguro que os jogadores leoninos são melhores que os do Moreirense, ou qualquer outra equipa que por agora esteja próxima na classificação. A questão é que os jogos são mais difíceis de resolver para os jogadores do Sporting do que para os seus adversários, e para além de todos os defeitos defensivos do Sporting (individuais e colectivos) que tanto aqui temos abordado, também ofensivamente os jogadores leoninos não se mostram capazes de resolver as situações (com muita oposição) que enfrentam jogo após jogo. 
E esta é a razão pela qual o Sporting, com uma estratégia adequada não tem de entrar perdedor no derby. O jogo será garantidamente mais difícil para o Benfica que para o Sporting. A questão é perceber se os de vermelho, ainda assim, mostrarão mais qualidade enfrentando situações contra dez atrás da linha da bola, que os leões contra apenas quatro, cinco ou seis. 
Basta relembrar o derby de Alvalade da época passada para o perceber. 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3746 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*