No Sporting não jogam os jogadores. Jogam os nomes.

white corner field line on artificial green grass of soccer field
Não terá sido por acaso que há mais de dois meses atrás, quando o Sporting procurava treinador foi escrito aqui:
“E se há algo que o Sporting precisa, para além da competência no processo de treino, é de um treinador que coloque os melhores a jogar. Alguém que não conheça sequer o nome dos jogadores, nem idades, nem que saiba os “onzes” que recentemente vêm subindo ao relvado. Alguém que tome as suas decisões única e exclusivamente de acordo com o que os seus olhos presenciam no campo de treinos, esquecendo ordenados, preços pagos em transferências e importância no balneário. ” Aqui.
No Sporting não jogam os jogadores. Jogam os nomes. E tudo é especialmente lamentável quando de fora ficam atletas cuja qualidade e vontade é inúmeras vezes superior aos que Vercauteren faz subir ao relvado.


A falta de cultura táctica do meio campo leonino já observada também aqui.


Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3011 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*