Melgarejo e a notoriedade no futebol

white corner field line on artificial green grass of soccer field
Muito se tem discutido nos últimos textos na notoriedade que o golo dá, e na forma como justamente alimenta a discussão.
Para um defesa, quando se pensa em fama e notoriedade nada mais interessante que cortar uma bola na linha de golo. Se no último minuto, assegurando uma vitória, tanto melhor.
O lance que protagoniza Melgarejo não define de todo a competência / qualidade do interveniente. Todo e qualquer jogador independentemente do nível poderia ter tido sucesso naquele lance. Assim, como qualquer um poderia ter sido incapaz de o resolver. Inclusive Melgarejo.
Em tempos Jesus deu a entender que o paraguaio não tinha o que era preciso para jogar na frente no seu SL  Benfica. Muitos se indignaram, porque o carimbo que Melgarejo trazia ao pulso continha a posição Extremo/Avançado. E todos sabemos como a generalidade de quem vê futebol valoriza os carimbos, ignorando que mais fácil será para um jogador com qualidade cumprir com êxito qualquer lugar no campo, que para outro sem qualidade, fazer as coisas bem, mesmo que na sua posição de origem. Hoje é fácil perceber o porquê das afirmações de Jesus. Melgarejo não é um jogador talentoso. É muito veloz, inteligente e responsável, sem ser criativo. Noutra era talvez entrasse como extremo no plantel encarnado. Mais difícil na actualidade, ainda que Urreta tenha características próximas.
A solução inventada por Jesus não poderia ter corrido melhor. Ou talvez pudesse. Mas para que tal fosse possível o paraguaio precisaria de ter um pouco mais do talento que não tem. Ofensivamente joga com muito critério, e isso é determinante para quem vem de trás. Desequilibra pouco e percebe-se hoje que será difícil dar o salto para uma equipa de nível ainda superior. Todavia não parece crível que o SL Benfica consiga encontrar melhor. Jesus “criou” um defesa com uma competência defensiva extraordinária. Muito forte posicionalmente. Sabe sempre quando precisa de ser agressivo, não deixando enquadrar, ou quando precisa de ser rápido a fechar, e como assegurar as devidas trocas posicionais, em função da situação de jogo.
Luisinho solto num jogo de dificuldade superior com uma exibição catastrófica, e um corte em cima da linha de golo de Melgarejo. Dois acontecimentos em pouco espaço temporal. Tudo o que foi preciso para finalmente a imprensa lhe dar o crédito que merece desde há longos meses. 
Matic, Melgarejo e Lima são individualmente os enormes upgrades do SL Benfica relativamente à época transacta.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3332 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*