A evolução de Markovic

No último post sobre o sérvio, afirmávamos e confirmávamos a sua evolução.

“Ao contrário de Quaresma, de quem se falou recentemente, os seus toques de classe são inseridos no colectivo. Ainda que volta e meia se deslumbre, decide para a equipa. Hoje incrivelmente mais culto tacticamente sem bola que ontem.” Aqui

Hoje o seu treinador explica porque é agora bastante mais utilizado que antes.
Todos os jogadores que trabalham comigo sabem perfeitamente que primeiro está a ideia da equipa. Todos têm que se adaptar a uma ideia de equipa e ela consiste em vários momentos do jogo, quando se ataca e defende. A partir daqui, temos que ver o que se faz dentro de campo e todos têm que responder a essa ideia. Os que não respondem têm menos possibilidades de jogar. Os jogadores podem ter criatividade individual mas trabalham sempre para o coletivo. É o que o Markovic está a fazer agora, não o fazia quando chegou, por isso é que não jogava. O Benfica não está dependente de nenhum jogador, está de todos os jogadores” Jorge Jesus
O miúdo para além de todo o génio que se percebe em cada toque, mostra-se disponível para a aprendizagem. Tendo tido a felicidade de encontrar tão cedo quem o ajude de forma tão assertiva, só se pode esperar que atinja o nível que nunca outro jogador saído do Benfica para um grande europeu atingiu.
P.S. – O lance que melhor define toda a sua genialidade não foi o golo em Alvalade depois de ultrapassar uma infinidade de jogadores leoninos, ou o brilhante golo ao Sion na pré-época. Tão pouco o golo deste fim de semana. Foi o passe para Rodrigo no primeiro golo no clássico SLB x FCP. O timing do passe tendo em conta a linguagem corporal de adversários e desmarcação do colega, bem como a forma como o executa, parecendo até ao momento em que contacta na bola que irá prosseguir a condução, enganando totalmente os jogadores do FC Porto presentes no lance, ficará para sempre nos almanaques do bem jogar futebol. Pormenores daqueles só estão ao alcance de muito poucos. E que aparecem somente de muito em muito tempo.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3333 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*