Reforços para o Sporting 2014/2015

white corner field line on artificial green grass of soccer field
O maior reforço para o Sporting da próxima temporada terá de ser o treinador. Não obstante da maravilhosa temporada que fez, desafiando todas as probabilidades, com uma equipa sem grande qualidade individual, e muito desequilibrada em algumas posições, a melhoria terá de surgir de Leonardo Jardim. Para melhorar ainda mais os resultados, para que seja mais consistente em todos os jogos, para que crie mais situações de golo, e não deixe criar tantas, pedem-se alterações no modelo de jogo. Ao nível da proximidade das linhas de passe, por forma a permitir um maior controlo da transição defensiva. A linha defensiva também deve ser melhorada, ao nível dos princípios que utiliza. Isso tudo, subjacente a um melhor controlo dos espaços, com e sem bola, bem como com uma maior proximidade entre sectores. Atacar para defender, defender para atacar.

Não é necessário fazer um grande esforço financeiro, tendo em conta a realidade do Sporting, para que consiga melhorar o plantel de forma substancial.

Começando pela linha defensiva, é o sector obrigatório e que carece de mais atenção.
Aposta incondicional em Dier. É o melhor central do Sporting, e anda no banco de suplentes. 

Na próxima época, apostaria em Ricardo Esgaio para concorrer com Cédric. Esgaio “perdeu” um ano na equipa B. Não aprendeu lá “nada”. É um jogador que deveria ter rodado na primeira liga, para que este ano integrasse o plantel. Ainda assim, seria uma das minhas apostas para reforçar o plantel principal.
Nuno Reis, regressado do empréstimo. Se mais estável do ponto de vista emocional, ficaria no plantel.
Yohan Tavares, central do Estoril. Parece-me, este, também bastante melhor que os actuais titulares do Sporting, com e sem bola. Domina os comportamentos defensivos zonais, tem conforto com a bola nos pés.

No meio campo defensivo, João Mário. De volta do empréstimo, para concorrer com William, na equipa principal. 

Caso William saia, Filipe Augusto e Fernando Ferreira (Belenenses) na linha da frente.
No meio campo ofensivo, a grande e melhor contratação que poderiam fazer é Evandro do Estoril. Fora os 3 grandes, é o melhor jogador da Liga, este ano. Com entrada directa, por exemplo, no onze do FC Porto. Criatividade, critério, técnica, jogo entre-linhas. Filipe Augusto, do Rio Ave, poderia ser também uma alternativa. Tiago Silva, também seria uma possibilidade, mas só se existisse uma mudança de sistema táctico.
Melhor aproveitamento de André Martins. É jogador para jogar de frente para o jogo. Descobrir soluções com o jogo de frente, enquadrado. Aí, seria fácil de explorar as suas melhores qualidades.
Filipe Chaby, talento. Também faria parte do plantel principal. A treinar com os melhores, adaptando-se aos estímulos e maior exigência de um patamar competitivo superior, acelerando o seu futuro.

Na frente, entendo que o melhor extremo do Sporting é Carlos Mané (Muito potencial para evoluir, grande temporada que fez). Pelo que são necessários reforços na frente, no sentido de colmatar um Capel que não tem qualidade para o Sporting, e um Carrillo que tarde em mostrar aquilo que “pode”. Um Héldon que não trouxe nada de nova à equipa, e um Wilson Eduardo que não tem espaço nem na equipa B.
Iuri Medeiros, talento. Faria definitivamente parte das minhas escolhas para ficar no plantel, pelos mesmos motivos de Chaby. Acelerar o seu crescimento.
Seba. Muita qualidade individual. Técnica, velocidade. Muito competente na tomada de decisão. Responsável defensivamente.
Ricardo Horta. Qualidade técnica, velocidade. Muito por onde evoluir dado a tenra idade, não obstante de se ter já apresentado a um nível bastante interessante esta época. Seria também o jogador ideal para jogar na posição actual de André Martins, no modelo actual.
Maior aproveitamento de Montero, para que a qualidade do futebol apresentado aumente.

Na minha opinião, dispensaria Piris, Shikabala, Magrão, Capel, Carrillo, Maurício, Wilson Eduardo, Héldon. Aproveitava, também, para inflacionar Rojo e Slimani, depois do mundial.

O plantel teria no máximo 22 jogadores. Isto, para que possam ser integrados regularmente nos treinos/jogos jogadores da equipa B.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2936 artigos
Creator of the "Lateral Esquerdo", is also a teacher at the University Stadium in Lisbon. Soccer coach, having conquered several national titles in Portugal. Experience as soccer coordinator, and lecturer at various Sports Universities. Author of the book "Build a champion team" from the publisher PrimeBooks.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*