André Almeida. (Actualizado com o vídeo e imagens do 4ºgolo)

Eu fui um dos defensores da presença de A.Almeida na selecção. E defendi-o sempre com base no critério do que ele poderia dar, sem bola, à equipa nacional. Com a bola nos pés, e para jogar em posições mais adiantadas (como a de lateral de uma selecção que se quer ofensiva, para fazer um jogo de ataque continuado), não é certamente melhor opção que Cedric, João Pereira, ou outro tipo qualquer que faça alguma coisa com bola. O critério para a minha escolha foi sempre baseado no factor modelo de jogo da selecção (transições).

Dito isto, parece-me justo dizer que não me enganei na assumpção da mais valia que ele é, comparativamente à todos os outros seleccionados, ao nível do posicionamento. Onde eu me enganei foi nas funções que, ele poderia desempenhar na equipa.

Tendo em conta os trágicos acontecimentos (Lesão de Coentrão e Patrício, e expulsão de Pepe), A.Almeida, para mim, surge na primeira linha para fazer dupla de centrais com Neto.
Toda gente terá o direito de contestar, dizendo que, é um risco por ele nunca ter jogado nessa posição. Contudo, eu não vejo ninguém naquela equipa, que saiba mais de comportamentos defensivos, colectivos e individuais, que A.Almeida. É o único que sabe como é que uma linha defensiva a sério se deve comportar. É o único ali que percebe os timings de pressão ao portador da bola, os timings de profundidade, os timings de cobertura mais próxima ou mais afastada, os timings de posicionamento para proteger o cruzamento, os ajustes posicionais que devem fazer, e nem é tão mau quanto isso no 1×1. Sabe como defender com 2, com 3, com 4, com 5, etc. É o que percebe melhor, quais são os espaços que os médios à frente da defesa devem ocupar. E sabe isso, inclusivamente, melhor que a equipa técnica. Resumindo, nos aspectos que no futebol de hoje mais importam, defensivamente, A.Almeida da 10 de avanço, troca aos 50, e para nos 100 para não martirizar mais os outros colegas. É melhor central que Bruno Alves e R.Costa juntos.


Eu jogaria com A.Almeida e Neto como centrais, e B.Alves a criar posicionamentos novos no banco. Depois optaria por M.Veloso para defesa esquerdo (não há mais ninguém!). Com William, Amorim, e Moutinho no meio campo. Com Amorim descaído para o lado de Ronaldo e Veloso (sabendo-se à partida que Paulo Bento não vai abdicar do seu 433).

O tal lance do 4ºgolo em vídeo, aqui!

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3407 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*