Paulo Sousa. O génio. E outros génios incompreendidos.

Quem viu o português jogar recordará seguramente um dos melhores médios da história recente do futebol. Ainda que tendo jogado na década de noventa, tudo em Sousa parecia vir do “futuro”. A forma como via tudo antes dos demais, a qualidade técnica monstruosa que fazia toda uma equipa jogar. A qualidade de posicionamento de quem adivinhava os lances antes destes acontecerem. De Paulo Sousa é impossível não recordar os passes a tantos tantos metros, com tantos tantos obstáculos, e que chegavam sempre direitinhos no destino. Paulo Sousa “nasceu” antes do seu tempo e tudo o que almejou foi mais do que justo.

A curiosidade sobre o ex internacional é perceber agora o seu percurso enquanto treinador. Ele que demonstra também ai qualidades que o colocam ao nível dos melhores.

Numa discussão recente, um outro génio, mas assim do tipo mais especial teceu algumas considerações bastante divertidas.
Na presente situação (2×0+GR com Gr “fixado”) foi afirmado:

Ou seja, há um génio que disserta sobre as diferenças do futebol profissional para o amador, capaz de afirmar que como Paulo Sousa não sabe rematar não conseguiria a nove metros de distância colocar a bola dentro da baliza (7.32m). Sim, aquele Paulo Sousa que a trinta metros metia a bola num colega, a nove metros não teria capacidade para por a bola numa superficie  de mais de sete metros, porque não sabia rematar. 
É bastante divertido ler teorias descabidas sobre futebol, mas convém saber-se um bocadinho que seja do jogo para se poder afirmar o que quer que seja. Passar horas no FM a ver os jogadores com 4 a remate chutarem ao lado em situações parecidas pode levar a um distorcer da realidade. 
O lixo é tanto que o exemplo apresentado nem para o futebol amador serviria porque até o autor do disparate, mesmo nunca tendo jogado futebol (nem na escola com os amigos. Só pode, certo?) seria capaz de colocar aquela bola na baliza. Mesmo que no FM o seu perfil tivesse 1 de remate!
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3013 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*