Lá como cá. A adrenalina como factor revelante em cada partida.

Em Inglaterra como em Portugal. A chegada ao primeiro lugar como catalizador fundamental e principal do sucesso.
Nunca se negligenciou por aqui a importância de outros aspectos que não o táctico. Se não são abordados por aqui, já se explicou, tal prende-se unicamente com não se procurar extrapolar algo que só é palpável por quem está no terreno. 
Hoje quer em Portugal quer em Inglaterra, caminha-se para feitos inacreditáveis. Um Leicester campeão e um SL Benfica a bater record de pontuação num campeonato a trinta e quatro jornadas. E a verdade é que tacticamente estão ambas as equipas longe daquilo que mais se ideliza por aqui. Sobretudo a equipa inglesa.
O que parece ser possível confirmar é que defender bem (no posicionamento e sobretudo na agressividade com que se aborda cada lance), conseguir entrar em cada partida com níveis de adrenalina anormalmente elevados (como acontece quando jogas num Leicester e lideras uma Liga, ou quando do outro lado o rival insiste em dizer que apenas tens sorte) e ter na frente de ataque jogadores de excelência, capazes de criar e finalizar a uma eficácia anormal, continua a poder ser suficiente para se chegar ao sucesso.
Muitas duvidas de que sem a chegada ao primeiro lugar quer Leicester quer SL Benfica teriam o rendimento pontual que têm com o jogo que apresentam. A adrenalina própria de quem avista a meta sem ninguém à frente é um tónico impressionante. Não se pode contudo deixar de referenciar que sem organização também não teria havido a chegada à frente. Rui Vitória e Ranieri lideram equipas bem organizadas nos momentos defensivos, com alguns movimentos ofensivos pensados, e com individulidades na frente a fazerem a diferença, mas sem dúvida que se vão aproximando cada vez mais de feitos extraordinários pela forma como extra campo parecem liderar as suas equipas.
Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3355 artigos
Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã" da PrimeBooks. Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*