Alinhamento para cruzamento. Golo de Dani Alves no Dragão.

Na grande área defensiva, dificilmente um posicionamento centrado unicamente na zona poderá ser o mais eficaz. Ai há que analisar ainda com maior rigor a situação de jogo, nomeadamente o número de opositores em zona de finalização e suas possibilidades de movimento.

Porém, será sempre necessário partir de uma ideia colectiva. De posicionamentos em função do colega, para posteriormente se aproximar mais da oposição, em função da proximidade com a própria baliza.

No golo da Juventus, Layun para garantir proximidade com adversário, permanece à frente da última linha formada pelos dois centrais. Tal só faria sentido, mesmo na grande área defensiva, se houvesse previamente um controlo total do campo de visão que permitisse perceber que não haviam mais adversários próximos. O que não era o caso. Perante tal situação, estar alinhado, permitiria sempre sair (porque de frente para!) a um passe para o adversário de quem se aproxima. Muito mais difícil será, porque desalinhado, e porque de frente para a outra baliza, defender uma bola que entre nas costas. Como viria a suceder.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 2941 artigos
Creator of the "Lateral Esquerdo", is also a teacher at the University Stadium in Lisbon. Soccer coach, having conquered several national titles in Portugal. Experience as soccer coordinator, and lecturer at various Sports Universities. Author of the book "Build a champion team" from the publisher PrimeBooks.

4 Comentários

  1. Percebo o que dizem, mas, não seria menos arriscado o Layun manter a distância ao seu marcador e o Jota ou o Otávio (extremo esq do Porto que está a acompanhar o Daniel Alves) manter a marcação ao Daniel Alves?

    Caso a bola entrasse no Higuain e o Layun não chegasse a tempo, o “culpado” iria ser o Layun.

    • Estar a limitar os adversários em marcações individuais leva a isso… Movimentos que arrastam os marcadores diretos e que criam espaços. Se o Layun tivesse alinhado com os 2 centrais a bola não entraria naquela zona.

      No futebol moderno, fazer marcação individual é o treinador retirar de si qualquer culpa de qualquer golo porque o jogador tinha que estar a ser marcado.

  2. Caro Paolo Maldini

    Independentemente do posicionamento de Layun, Diogo Jota não acompanha Daniel Alves.

    Mas o mais relevante no jogo foi a colocação de Ruben Neves a titular com Danilo. Ora, como todos sabemos, Ruben Neves está bem é no banco.

    Claramente um momento de paralisia cerebral de NES.

  3. Aqui a questão è que se layun estivesse alinhado mesmo q a bola entrasse no jogador teria tempo de lá chegar pois a bola esta longe do local. Outra coisa seria a bola estar MT próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*