Há um ano…

10 de Julho de 2016.

O dia que marcará o futebol português.

Foi precisamente há um ano que o Lateral Esquerdo se iniciou como site, no domínio .COM.

De lá para cá, um crescimento inacreditável, feito à custa da vossa preferência, pela qual muito, mas mesmo muito agradecemos.

Muito brevemente teremos várias novidades que seguramente apreciarão, com entre muitas outras coisas, material exclusivo sobre a forma como trabalham, e partilhado para o Lateral Esquerdo, por treinadores portugueses de nível Nacional e Mundial.

Foram dois milhões, seiscentos e trinta e três mil visualizações, e mais de trezentos e trinta e três mil pessoas que passaram pelo “Lateral Esquerdo” no último ano!

Entretanto, para quem puder e estiver interessado em continuar a fazer crescer este projecto, convido-vos a tornarem-se patronos do Lateral Esquerdo, acedendo ao Patreon que é uma plataforma de apoio a criadores. Por um valor simbólico (1 euro mensal, já será uma muito boa ajuda), terão acesso a todos os conteúdos produzidos cá, e acesso à drive do Lateral Esquerdo onde são partilhadas “milhentas” influências. É totalmente seguro, como poderá comprovar a mais de uma centena de actuais patronos!

 

P.S. – Ah, e foi também há um ano que Portugal se sagrou campeão Europeu de futebol…

 

Obrigado por ai estares!

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3013 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

6 Comentários

  1. Acompanho desde o início. Obrigado eu. Incrível o quanto vocês contribuíram para a alteração do paradigma do típico adepto da bola. Levaram muito mais além aquilo que é ver, entender e apreciar o futebol.

  2. “P.S. – Ah, e foi também há um ano que Portugal se sagrou campeão Europeu de futebol…”

    Caro Paolo Maldini

    Isso é apenas um TORNEIO DE VERÃO.

    No TORNEIO DE VERÃO deste ano, o Raphael Guerreiro lesionou-se e vai parar 3 a 4 meses.

    O descaramento e a falta de vergonha é tal que a FPF simplesmente escondeu do público a gravidade da lesão do jogador e só agora sabemos a verdade.

    De qualquer maneira, é altamente duvidoso que os dirigentes do Borussia Dortmund aprendam alguma coisa, por isso, nada melhor que “ir ao bolso” do clube.

    Mais prejuízos desportivos e financeiros além da habitual desvalorização do jogador.

  3. Há que concordar que o LE não seria o mesmo sem o super leão.

    Parabéns à equipa do LE, acompanho há imenso tempo e continuo a aprender todos os dias.

    Um abraço para todos

  4. Adoro o LE, ensinou-me a ver o Futebol com outros olhos….
    Não gosto tanto do “Patrão”, nem do futebol da nossa Selecção….aí estou como o Xavi (ex-Barça), Já tivemos gerações mais talentosas e com mais futebol….não gosto do estilo de futebol praticado, e não entendo a insistência em Nani, assim como não entendo a não inclusão no 11, do melhor jogador do Campeonato que passou…temos jogadores com perfil para apresentar um futebol mais completo e mais vistoso…Acho que selecções como a Croácia, Espanha, Alemanha têm uma filosofia futebolística muito mais moderna e rica, e nós apesar de termos das melhores ferramentas que há no Mundo, insistimos numa filosofia futebolística pobre…com o à parte da união e da solidariedade, que essa parece-me ser de Top, mas acho que temos jogadores para muito mais….
    LE, o meu muito obrigado, apesar dos post’s que não estão ao alcance de todos, pela visão “romântica” com que eu agora observo o futebol….

  5. Parabéns pela coragem e, sobretudo, pela paciência.

    Fico contente pelo mediatismo e reconhecimento crescente. É totalmente merecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*