O perfil Barça. Semedo.

Passavam poucas jornadas da época e já aqui era referenciado para o que muito naturalmente veio a acontecer.

Nélson tem o perfil Barcelona. Velocidade de execução, qualidade técnica e mesmo sendo muito veloz na passada, define sempre com um critério fantástico. Usa a velocidade, mas não faz dela o seu jogo. Associa-se e sai das combinações ou / e dos espaços curtos com desequilíbrio feito.

Impressionante o que demonstrou na temporada transacta. Chega a um clube que é a sua cara, depois de ter sido dos poucos encarnados a passar todos os testes em que a restante equipa sofreu. Do Dragão às partidas na Champions.

Dos três elementos que desde bem cedo se percebeu o destino e que haviam sido referenciados como a grande diferença entre os três grandes, sobra Grimaldo.

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3767 artigos
Pedro Bouças - Licenciado em Educação Física e Desporto, Criador do "Lateral Esquerdo", tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, bem como participado em 2 edições da Liga dos Campeões em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto - Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino. Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, Cursos de Treinador e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Autor do livro "Construir uma Equipa Campeã", e Co-autor do livro "O Efeito Lage", ambos da Editora PrimeBooks Analista de futebol no Canal 11 e no Jornal Record.

5 Comentários

  1. Grimaldo so nao foi por ser um interno (i)lesionado. Pena haver andré gomes no barça, pq assim pensamos que o recrutamento não é assim tão bom como isso!.!..!…! 😉

  2. Concordo com tudo. No entanto não posso deixar de dar uma achega. O futebol do Iniesta perdeu muito com a saída do Dani Alves porque o brasileiro era, devido à sua constante projecção no último terço adversário, um ponto de referência para o futebol do primeiro. Sempre que o Iniesta não conseguia fazer a bola entrar no Messi (ou no Neymar) procurava imediatamente variar o flanco para o Dani Alves.

  3. “….às partidas da Champions”? Certamente que não vimos os jogos da mesma maneira. Sublinho frente ao Borussia Dortmund (sobretudo a 2ª mão) onde Nélson Semedo mostrou fortes lacunas naquilo que é defender (o seu defeito) em confronto com grandes jogadores.

  4. Grande jogador, grande venda….e para os Benfiquistas, uma vez que não os conseguem aguentar (compreensível) é sempre bom pensar que andam a alimentar a elite do Futebol….SemEdo é mais um, para juntar ao André Gomes, Lindelof (Não devias ter deixado fugir este Pep), Ederson, Bernardo (um dos jogadores mais entusiasmantes do momento, nas mãos do Melhor) e também Renato (que é como o algodão, não engana, demorou mais, contextos muito diferentes dos restantes, mas este Ano rebenta, porque é crack), Guedes, Cancelo e outros se seguiram, porque se está a trabalhar no topo, naquela Academia e ademais baseado numa filosofia com valores muito elevados….e nunca estático….
    O Semedo vai ser substituído à altura, pelo Pedro Pereira, que também não engana…..e quiçá um dia se possa mudar esta politica, e aguentar mais tempo estas pérolas, ganhava o Benfica e ganhava a selecção….a confiar no Presidente é esse o caminho…
    …e lá vou eu ser um bocadinho mais do Barça, como serei do MU, do City, Bayern, PSG….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*