Como Mourinho está a preparar os jogos grandes.

Manchester United's Portuguese manager Jose Mourinho celebrates with the trophy after the UEFA Europa League final football match Ajax Amsterdam v Manchester United on May 24, 2017 at the Friends Arena in Solna outside Stockholm. / AFP PHOTO / Jonathan NACKSTRANDJONATHAN NACKSTRAND/AFP/Getty Images

Jogos diferentes, modelos diferentes.
O português José Mourinho a preparar a equipa de formas díspares em função da dificuldade do jogo e da estratégia a adoptar.
O 352 mostrado aqui, e que Mourinho confessou estar a preparar para usar algumas vezes na presente temporada, e aquele que deverá ser o modelo pensado para os jogos de maior competitividade. Seja por serem fora de casa, ou por perante adversários mais poderosos.

Na vitória sobre o City de Pep, um United em 442. A sair a jogar em organização ofensiva, procurando chegar aos espaços centrais para posteriormente procurar rupturas de Lukaku, sempre que não é pressionado.

United pressionado, pouca exposição à perda, e procura da referência belga. Se linhas adversárias baixas, Lukaku recebe no pé / peito / cabeça enquanto espera pela chegada das motas Mhkitaryan, Rashford e Lingard (Perisic?), e aproveitam o espaço que aumentou pela linha defensiva adversária estar baixa em momento de pressão para atacar rápido, mesmo em organização, ou se última linha adversária alta, o belga pede desde logo no espaço.

Não é porém na sua organização ofensiva que o United se está a preparar para resolver os jogos grandes. Mourinho vai preparando uma equipa de nível tremendo para sair rápido em transição, promovendo de forma ímpar as ligações rápidas de Pogba, Mhkitaryan e Lukaku. Com as chegadas dos alas (Rashford e…?).

Um 442 em Organização defensiva, esperando o momento da recuperação para investir na direcção da baliza adversária, aproveitando as ligações que se formam e a velocidade dos seus executantes.

Não há como o francês entre o roubar e iniciar a transição ofensiva. Não é nada vulgar em jogadores com perfil físico tão acentuado a qualidade técnica que Pogba mostra no início das saídas, e terá o papel de ligar sobretudo com Mhkitaryan. O arménio, que pouco espaço teve na temporada passada, está a ser preparado para ser a figura do United, pela preponderância que assume, pós recuperação da bola e início das transições. Velocidade de progressão incrível e capacidade para definir os lances, depois de na progressão ultrapassar linhas.

Embora o plantel não seja qualitativamente extenso, e apresente ainda algumas lacunas individuais (para o nível Premier) em jogadores que terão de ir ao onze, percebe-se bastante bem o porquê da lista de reforços que Mourinho pediu a Ed Woodward. Todos pensados para integrarem a ideia de jogo que prepara para atacar a Premier League e a Liga dos Campeões.

P.S. I – Agradecimento muito grande à mais de uma centena dos que já se juntaram a nós no Patreon. Para terem acesso a todos os conteúdos que por cá se produzem, e darem uma pequena ajuda para que possamos manter periodicidade das publicações é passar por lá. Agora também com acesso à drive do Lateral Esquerdo, onde partilhamos “influências”. Recordamos que 1 euro mês será desde logo uma grande ajuda! Alternativa no lateralesquerdo.com@gmail.com.

Novos uploads realizados nos últimos dias, disponíveis na drive. Pep Guardiola, Jorge Valdano, Xavi, Estiarte!

 

Paolo Maldini
Sobre Paolo Maldini 3013 artigos

Criador do “Lateral Esquerdo”, tendo sido como Treinador Principal, Campeão Nacional Português (2x), vencedor da Taça de Portugal (2x), e da Supertaça de Futebol Feminino, em três anos de futebol feminino. Treinador vencedor do Galardão de Mérito José Maria Pedroto – Treinador do ano para a ANTF (Associação Nacional de Treinadores de Futebol), e nomeado para as Quinas de Ouro (Prémio da Federação Portuguesa de Futebol), como melhor Treinador português no Futebol Feminino.

Experiência como Professor de Futebol no Estádio Universitário de Lisboa, palestrante em diversas Universidades de Desporto, e entidades creditadas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Autor do livro “Construir uma Equipa Campeã” da PrimeBooks.

Analista de futebol na TV e no Jornal Record.

6 Comentários

    • Penso que isso poderá acontecer nas vezes em que o Mkhitaryan não definir bem o lance, quando saem rápido para o ataque.

      Mas mesmo assim, são pelo menos 6 homens atrás da bola, não é fácil de uma forma rápida explorar alguma desorganização do United neste momento.

      Mesmo que a sair rápido os laterais comecem a abrir um pouco e o Pogba a sair mais, pelo que se vê no vídeo serão maioritariamente ataques muito verticais, por isso será difícil estes jogadores chegarem muito à frente.

  1. Acho que United devi jogar com saidas rápidas para o ataque como joga o Chelsea de conte e real Madrid e defender como o Chelsea digo isso porque gosto de ver o Chelsea a sair para o ataque e a defender.

  2. O United deve ter mas opções de jogadores novos de qualidade, porque na época passada sofreu por lesões e a equipe ficou limitada e não tinha suplentes de luxo que faziam diferenças no jogo.

  3. United deve comprar o defesa esquerdo Rose do Tottenham, Matic para fazer tampao no meio campo e Perisic do Inter para poder ser uma equipe coesa e com opcoes.

  4. United devia comprar defesa esquerdo Rose, Matic para fazer tampão no meio campo, O Persic para jogar no meio campo do lado esquerdo ou direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*